segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

A Vaidade Anda em Alta...

A vaidade anda com a corda toda, que o digam as mulheres, que cada vez mais se preocupam com essa inimiga disfarçada de amiga do peito, tipo lobo em pele de cordeiro.

A busca pela aparência maravilhosa em mundo que não vive sem Photoshop impressiona, pelo menos a mim, essa criatura meio desencanada  da vida das aparências.

Fico pensando aqui com meus botões o que será dessas mulheres de corpo sarado, barriga lipada, siliconadas, saias mega minis, rímel e delineador marcantes, com seus cabelos loiros esvoaçantes?!

Tá com inveja, fala verdade?! 

Na boa, inveja zero, mas me bate um certo pesar por essas aficionadas pela forma em detrimento do conteúdo, há que se buscar um equilíbrio, não?!

Fui ao teatro que fica dentro de um shopping dia desses, não pude deixar de notar a presença crescente desse novo modelo de mulher.

Bicho interessante essa mulher já de meia idade, com corpo sarado, lipada, siliconada, maquiada, em cima dos seus saltos e de saias muito curtas ou jogo calça justa e blusa de umbigo de fora.

A beleza da forma é sempre admirável, não há como negar, mas o exagero e a falta de adequação são imperdoáveis.

O acesso a cirurgias plásticas é cada vez maior, fazer lipo agora é como férias de verão, todo ano tem,  mas fazer plástica no rosto ainda não está na lista de viagem ?!

Será que o preço maior assusta a mulherada ou é a invasividade dos procedimentos ?

Não sei o que rola, mas sei que existe um descompasso grande entre a forma física do corpo e a do rosto, tipo você vê de costas aquela mocinha esguia, de mini saia, cabelos longos loiros, salto plataforma com sua coleguinha adolescente e logo pensa que são irmãs passeando no shopping #sqn 

De repente, naquela virada teatral com caras e bocas vem o ual, que mocinha que nada, uma bela cinquentona sarada vestida como a filhota adolescente e o pior, se comportando como tal.

Nada contra quem se cuida, zela pela saúde, pela forma física, pela aparência, mas, de novo, há que existir adequação e equilíbrio.

Tá faltando bom senso, tão sobrando bundas e seios!!!

Daqui a pouco teremos uma quantidade imensa de mulheres maravilhosas, com seus seios fartos e empinados, com quadris exuberantes, não ligando o lé com o cré de tanto Rivotril e antidepressivos.

Em tempos de exposição visual instantânea nas redes sociais, mais vale compartilhar com a torcida o seu check in e selfie do que viver o momento e aproveitar a experiência.

Até outro dia não existia celular, rede social, Photoshop, Rivotril, etc. e éramos muito mais felizes e saudáveis.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!!