quarta-feira, 8 de julho de 2015

Julho Amarelo

Julho foi escolhido como o  mês destinado às ações de prevenção e controle das hepatites virais e, por todo o país, haverá comemorações e ações de prevenção a esses agravos, destinadas a alertar e a estimular a realização de testes para o diagnóstico das hepatites.

A data escolhida pela OMS como o Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais é 28 de julho, a iniciativa é brasileira e as ações preventivas não acontecerão apenas no dia 28, mas durante todo o mês de julho, por todo o país.

A cidade de Santos/SP trouxe uma vasta programação para o Julho Amarelo,  com importante medida tomada com vistas à detecção da doença. Quem passar pelas consultas médicas nas policlínicas do município será submetido aos exames Anti HCV, AntiHBc Total, HBsAg e Anti HBs. A testagem sorológica na rede pública de saúde agora é obrigatória, conforme estabelece a Lei nº 3.156/2015. 

Serão prioridade os pacientes na faixa etária a partir de 40 anos, considerada de maior prevalência. “Essa medida é fundamental, pois o tratamento, quanto mais cedo for iniciado, dá mais chance de cura ao paciente e menos riscos de complicações”, afirma o médico infectologista Marcos Caseiro, da Secretaria de Saúde.
Três novos medicamentos para tratamento da hepatite C, que aumentarão em mais de 90% a chance de cura da doença, devem estar disponíveis na rede municipal de saúde a partir de agosto. São eles: sofosbuvir, simeprevir e daclatasvir, importados dos Estados Unidos e já aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 
Eles serão incorporados nas medicações gratuitas fornecidas em todo país pelo Ministério da Saúde. Sem efeitos colaterais, terão média de três a seis meses de tratamento.
A Secretaria de Saúde e a ONG Grupo Esperança também farão ações em atenção à Semana de Prevenção Contra a Hepatite e o Mês Julho Amarelo. Ao longo do mês, prédios públicos, como o Paço Municipal e a Prodesan, estarão iluminados de amarelo. Empresas privadas também vão aderir à iniciativa. A partir do dia 21, serão realizados testes rápidos, caminhada, curso de atualização, missa em memória às vítimas de hepatites virais e peça teatral. As ações também celebram o 28 de julho, Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais.
O Estado do Pará também terá uma vasta programação voltada às ações preventivas contra as hepatites virais.
A prevenção ainda é o melhor remédio, mas no Brasil ainda nao há a utilização de testagem em larga escala, dificultando o diagnóstico precoce dessa doença silenciosa, que na maioria das vezes quando diagnosticada tardiamente, o paciente já está em estágio avançado da doença, com alterações hepáticas muitas vezes irreversíveis, levando-o para a fila dos transplantes de fígado.
Nos países de primeiro mundo os testes são realizados já na fase de Atenção Básica, quando o paciente passa pelo sistema público de saúde, aumentando as chances de sucesso no tratamento.
Vamos participar durante o Julho Amarelo, divulgando a campanha e disseminando a informação, além, lógico, de solicitar ao seu médico, mesmo que do sistema privado, o teste.
Faça sua parte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!!