terça-feira, 31 de março de 2015

Redução da Maioridade Penal

Assunto polêmico e em destaque há tempos no Brasil é a redução da maioridade penal.

Hoje a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. Agora a proposta passará por uma comissão especial e depois pelo plenário da Câmara.

Segundo pesquisa da CNT (Confederação Nacional dos Transportes) em conjunto com o instituto MDA, mais de 90% da população é favorável à redução.

Independente da opinião sobre o assunto, é importante a reflexão sobre as consequências dessa eventual redução.

Além disso, tão importante quanto ou mais, é a análise da causa raiz de tantos jovens participarem ativamente de atos ilícitos.

Para ajudar na reflexão, sugiro a leitura do texto do Conectas Direitos Humanos, eles são contrários à redução da maioridade penal e explicam seus motivos.

Importante é o debate franco e sem agressões verbais, que imperam nas redes sociais toda vez que se formam opiniões diametralmente opostas, esse tema não é partida de futebol, mesmo que fosse, não justificaria paixões arraigadas, que cegam o discernimento.

Torre Eiffel: 126 Anos

Hoje, 31 de março de 2015, completam-se 126 anos da abertura ao público da Torre Eiffel, parabéns para os engenheiros envolvidos no projeto.

*Foto Viviane Sartorato

Para quem não conhece ainda, a Torre Eiffel é um marco da cidade de Paris e vale a pena ser conhecida de perto e observada de longe, já que é um destaque visto de muitas localidades diferentes da cidade.

Ela fica em Champ de Mars, 5 Avenue Anatole France, 75007 e pode ser contemplada em todo seu esplendor tanto nas famosas subidas, quanto à distância, como panorama de cartão postal quando vista de Montmartre, por exemplo.

A Torre começou a ser construída em 28 de janeiro de 1887 e foi finalmente inaugurada em 31 de março de 1889, um presente pelo primeiro centenário da Revolução Francesa.

 * Foto Wikimedia

Ela é feita de aço forjado e foi projetada por Maurice Koechlin, Émile Mouguier e Gustave Eiffel, a quem este último emprestou o nome para a Torre.

A Torre foi considerada durante 41 anos a maior construção do mundo em altura,  com 324 metros, perdendo o seu título para o arranha-céu Chrysler Building, de Nova York. 

No entanto, o título de maior construção de Paris foi mantido por muitas décadas, até a construção da torre de transmissão militar em Saissac, que também perdeu seu título de majestade das alturas para o viaduto Millau, com 343 metros.

A Torre pode ter perdido seu título de maior construção em altura, mas não sua majestade, compartilhando com a ex primeira ministra britânica o apelido de "La Dame de Fer", très chic!!!

Particularmente aprecio muito a construção e todo seu esplendor, é um cartão postal e um dos locais mais fotografados do mundo. Estar embaixo da Torre e olhá-la daquele anglo é impressionante.

 * Foto Viviane Sartorato

Assim como subir seus 1.665 degraus, que muitos preferem "pular", utilizando o elevador, mas sugiro que pelo menos até o primeiro andar seja feito de escada, apreciando a paisagem e a temperatura ambiente.

Enfim, parabéns para La Dame de Fer !!!

quinta-feira, 26 de março de 2015

Trilha Sonora: Dia Internacional do Chocolate



Em homenagem ao dia internacional do chocolate, vale a pena curtir a música que enaltece essa maravilha, que encanta a muitos.

Ah, o ritmo é bem empolgante, ótimo para gastar as calorias adquiridas depois de degustar um belo chocolate!!!





A caveirinha é um toque pessoal para celebrar a data...

#diainternacionaldochocolate #chocoskull

Um Coração de Chocolate...

Feliz dia internacional do chocolate!!! 

Não sou chocólatra, mas tenho muitos amigos que são e não pude me esquecer de cada um deles nessa data.

Afinal, um chocolatinho é sempre bom, faz bem à alma !

Então, hoje, no seu dia, chocólatras de plantão, apreciem sem moderação, mas só hoje!

É sempre bom adoçar a semana, ainda mais que o fim de semana se aproxima.

#diainternacionaldochocolate #diamaisfeliz

segunda-feira, 23 de março de 2015

Coleção Risqué "Homens Que Amamos": Polêmica

Alguém me explica essa nova coleção da Risqué "Homens Que Amamos" com esses nomes de esmaltes e essa motivação, no mínimo, um tiro no pé?

Tudo bem que as marcas são muito criativas e inovadoras, mas uma coleção com esse mote e com essa explicação não podia ter resultado diferente: POLÊMICA.

Hoje a hastag mais comentada e bombando nas redes sociais é #homensrisque, alguém tinha dúvida?!




















Vamos ser honestas, deixando o mimimi de lado, as cores viraram coadjuvantes nessa coleção, o assunto é muito mais sério e por mais que a intenção da marca fosse dar leveza aos pequenos gestos diários dos homens, o que realmente importa não são os pequenos gestos, mas o comportamento padronizado de uma sociedade ainda machista ao extremo.

A própria campanha em si traz a raiz do machismo, caso contrário porque um tributo aos pequenos gestos diários dos homens? 

O mundo precisa ser igualitário não apenas no que diz respeito ao gênero, mas seria um começo e tanto se o tributo fosse à meta atingida da igualdade entre gêneros, mas não é.

As mulheres gostam de muitos assuntos que não esmaltes e homens, então foi muito ruim ...

Participe dando sua opinião nas redes sociais pela #homensrisque


sexta-feira, 13 de março de 2015

Coleção "Meus Segredos" by Impala


E aí, você é boa em guardar segredos?

Não, que pena ! Pelo menos desa vez pode espalhar, chegou a nova coleção "Meus Segredos" da Impala.

Após estudo das cores apresentadas nos desfiles internacionais para a próxima estação, a Impala destaca as novidades que também serão tendências no Brasil através da nova coleção outono/inverno 2015: “Meus Segredos”.

As apostas são em cores fortes e elegantes: marrom, roxo profundo que compõe os looks de outono/inverno – nude - que continua em alta nessa temporada, bem como o vermelho e o ultravioleta em uma versão mais vibrante e intensa.

“Meus Segredos” chega ao mercado brasileiro este mês e apresenta como principal novidade o “Fiquei Rosa”, uma cobertura reveladora com micro partículas em tons cor de rosa que podem modificar o efeito ou a tonalidade do esmalte que está por baixo. Com base no que se vê nas passarelas e mercados fora do Brasil, esse tipo de acabamento é delicado e confere brilho à cor.

Os nomes seguem um enredo escolhido pela marca que sugere a confissão entre amigas, prestes a revelar um segredo uma para a outra: Te contei?; Ninguém Sabe; Abafa o caso; Em off; Eu confesso e Fiquei Rosa.

 



 Esmalte Impala Te contei?: Uma novidade no ar, que precisa ser compartilhada.
Cor: Nude cremoso.




 




Esmalte Impala Ninguém Sabe:  - Saber antes e com exclusividade um super segredo.
Cor: Ultravioleta cremoso.




Esmalte Impala Abafa o caso: Existem revelações que precisam ficar somente entre amigas confidentes.
Cor: Vermelho cremoso.








Esmalte Impala Em off: Manter um segredo a sete chaves faz parte da amizade.
Cor: Marrom cremoso.




 





Esmalte Impala Eu confesso: Revelar para a melhor amiga algo muito  particular.
Cor: Roxo profundo cremoso.





 


 


Esmalte Impala Fiquei Rosa: A reação ao saber do segredo  pode ser surpreendente.
Cor: Cobertura que revela um novo efeito para o esmalte.








Preço sugerido: R$ 2,90 para as cores e R$ 3,20 para o efeito.


 * Informações e fotos extraídas do site da empresa.


sexta-feira, 6 de março de 2015

803 Black Rye Ipa

Não sou cervejeira, mas aprecio a bebida com moderação e prefiro as mais encorpadas e saborosas, enfim, meu gosto não está em foco, mas pensando nos quadrados que limitam a vida humana, a cervejaria gaúcha Perro Libre decidiu mais uma vez soltar a coleira.

A discussão em foco é que não existe cerveja para homem e cerveja para mulher, existe cerveja e ponto.

Então para questionar todo o preconceito e a ideia de se criar uma cerveja para determinado sexo, a cervejaria criou a 803 Black Rye Ipa, pegando o gancho do Dia Internacional da Mulher que se aproxima, 8/03.

O vídeo mostra a reação aos estereótipos e conduz à reflexão...



Ficou fácil entender a alusão ao Dia Internacional da Mulher...

Muito bacana a ideia e todo o desenvolvimento do projeto, que contempla uma cerveja sem rótulo, já que a embalagem  tem uma impressão em serigrafia que traz o conceito da 803. 

Quebrando paradigmas e incentivando a discussão contra o preconceito, a 803 Black Rye Ipa será lançada em 8/03, não coincidentemente, ás 17h, no Bier Markt Vom Fass, em Porto Alegre.

quarta-feira, 4 de março de 2015

Continuismo Rápido

Para quem é detalhista o comercial produzido pela agência AIS London é uma delícia, mas para os menos atentos...uma surpresa no final.

O comercial foi veiculado no Reino Unido para divulgar o carro Novo Fabia, da marca checa Skoda e produz a sensação no telespectador que o foco está inteiramente no carro, com isso a grande maioria não percebe as mudanças que vão acontecendo no entorno da cena.

Algumas mudanças são drásticas e perceptíveis rapidamente, outras são mais sutis, criando um belo efeito, que se revela no final do comercial.

Veja, vale a pena, mas agora que você já está ligado no que vai acontecer, fica muito mais fácil identificar as alterações.




segunda-feira, 2 de março de 2015

"Quanto mais conheço as pessoas, mais gosto do meu cachorro."

"Quanto mais conheço as pessoas, mais gosto do meu cachorro."

Piegas? Ultrapassada? Que nada, mais atual do que nunca a célebre frase de Blaise Pascal.

Vou além, não é apenas dos meus cachorros que gosto cada vez mais, mas dos animais ditos irracionais, de uma forma geral, acredite.

Os últimos tempos têm sido um show de horrores para a história da humanidade, impressionante como as atrocidades são cometidas impunemente e anunciadas sem maiores impactos.

Como dizia minha avó, o mundo está perdido!!!

Cada vez mais acredito na teoria da criação e não da evolução, não pode o ser humano trilhar esse caminho e ainda afirmar que está evoluindo.

As guerras civis dizimam milhares e pouco se faz para conter seus avanços e efeitos.

Os terroristas matam a sangue frio, divulgam seus vídeos para o mundo assistir e pouco se faz para conter seus avanços e efeitos.

Jovens são aliciados para o crime diariamente e pouco se faz para conter seus avanços e efeitos.

A violência nas grandes cidades só faz crescer e novamente pouco se faz para conter seus avanços e efeitos.

A corrupção no Brasil corre a céu aberto e pouco se faz para conter seus avanços e efeitos, aqui com o adicional de muitos a jogarem para baixo do tapete da banalidade.

O tráfico de drogas vitima milhões, o crack não apenas mata, mas cria uma população crescente de zumbis e pouco se faz para conter seus avanços e efeitos.

A crise ética que o mundo vive é sem precedentes, o senso comum sofreu imenso impacto da prática constante do errado e não se é capaz de identificar a diferença entre uma conversa de amigos e um fato reprovável, até mesmo ilícito, vide o caso das recentes declarações do ator Alexandre Frota.

Sem falar no caixa dois, que todo mundo faz, mas todo mundo nega. Será mesmo que todo mundo faz? Mesmo que todos façam, a prática reiterada não legitima e muito menos legaliza o ato.

O que dizer do corporativismo do legislativo nacional, que em pleno ano de arrocho e ajustes fiscais e financeiros mais que necessários, no exercício do seu pleno poder regulamentado, aumenta os seus gastos próprios, incluindo os com seus cônjuges, com o perdão da redundância, com o dinheiro público.

É muito prazeroso fazer cortesia com o chapéu alheio? Confesso que o ditado popular escolhido é mais chulo que o escrito, mas para bom entendedor a polidez é palavrão.

E o campeonato de ingestão alcoólica que provocou a morte do estudante da UNESP em Bauru? Ato voluntário considerado suicídio ou prática irresponsável? Será que a família do de cujus achou graça nessa brincadeira inocente dos  universitários?

O que dizer do juiz que foi flagrado conduzindo o veículo de luxo do empresário arrojado, que figurou até pouco na lista da Forbes? Juiz zeloso pelos interesses públicos, garantidor da integridade física do veículo garantidor de eventuais débitos judiciais, usufruindo das benesses da carteirada.

Outro ditado popular, ladão que rouba ladão tem 100 anos de perdão? 

Tá explicado?!

O começo do fim de uma sociedade é essa perda coletiva dos valores éticos e morais, o abismo sem fim nos espera ansioso...muitos já estão em queda livre e você?

Enquanto isso, me lembro aqui de uma das minhas bandas preferidas, Ultraje a Rigor, que nos brinda com a música Sexo, a qual deixo transcrita um trecho para reflexão:

"Vou ver o jornal
Quem sabe me deixam
Ver a situação geral
E é eleição, é inflação
Corrupção e como tem ladrão
E assassino e terrorista
E a guerra espacial
Socorro!..."