terça-feira, 1 de outubro de 2013

Prófugos: Segunda Temporada

A nova temporada da série Prófugos já está no ar desde o último doa 15/09, às 22h, no canal pago HBO e se você não está acompanhando ainda, deveria.

É uma série chilena, filmada nas belas paisagens do Chile, de norte a sul, com muita ação, drama, realismo, mostrando o mundo do tráfico de drogas e suas raízes na corrupção.

 A direção do seriado é de Pablo Larraín, a produção de seu irmão Juan de Dios, que ainda conta com os atores Néstor Cantillana, Luis Gnecco, Blanca Lewin e Benjamín Vicuña como os personagens centrais.



Vale a pena conferir o seriado e se você não acompanhou a primeira temporada, corra Clara, porque é literalmente uma continuação e entender a trama é essencial.

O diretor em divulgação recente feita em São Paulo falou sobre a motivação do seriado, os pontos que geram ainda muita surpresa do público, que acredita que o Chile é o bom menino na América Latina, sem corrupção e violência.

A realidade chilena não é muito diferente da dos outros países, o tráfico de drogas é uma constantes, a rivalidade entre os grupos controladores do tráfico e a corrupção são mostrados com realidade e sem melindres.

As cenas de ação nessa temporada são realmente marcantes, a fotografia do seriado é magnífica, principalmente para quem conhece o país.

Além disso, há uma certa conexão com o Brasil e a situação dos nossos presídios e cartéis de droga, quem não se lembra da fuga espetacular do traficante Escadinha em 1986?

A rebelião do Carandiru também tem uma certa semelhança com a trama chilena, guardadas as devidas proporções.

Por isso é tão impactante o primeiro episódio dessa segunda temporada, que termina com a fuga de helicóptero dos personagens presidiários Vicente Ferragut e do  policial disfarçado Álvaro Parraguez, em meio a um incêndio criminoso, gerando a fuga dos personagens centrais e a morte de 64 detentos.

A fuga retradada na série também aconteceu no Chile, em 2010 no presídio de San Miguel, a 300 km da capital chilena, onde 81 detentos foram mortos, mostrando que a imagem de bom menino do Chile não condiz com a realidade.

O desenrolar da segunda temporada promete acirrar ainda mais os ânimos pela disputa de poder entre os Ferragut, pelo controle do cartel, ainda mais com a aparição do pai de Laura e Vicente.

A exposição do governo no mundo do tráfico de drogas será mais latente do que nunca, fragilizando a reeleição do presidente, mostrando as veias internas da corrupção.

O saudosismo e posições marcantes de Moreno serão outro ponto impactante da temporada, personagem que não tem medo de  enaltecer a ditadura militar de Pinochet e seus métodos nada ortodoxos de tortura e tratamento ao próximo!

Então não fique aí desconectado, se liga na nova temporada de Prófugos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!!