terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Tenha a Santa Paciência, Apaixonar-se Por Ex Gay?!

Meu cronista de plantão, Xico Sá, traz em seu blog um assunto recorrente e muito atual, por mais incrível que pareça,  leia "Ela se apaixonou por um gay. O que fazer?".

Concordo com Xico, "Corra Lola, corra" e depois de estar bem longe da situação, sente e chore de alegria por ter se livrado dessa encrenca glacial.

A carência pode colocar a Miss Corações Solitários em verdadeiros apuros, não adianta se enganar, não existe essa coisa de ex gay, é um caminho sem volta, a não ser que você acredite em milagres de profissionais que se auto denominam pastores e coisas do tipo.

Aceite a opção sexual do fofo, se for o caso, ajude-o a encontrar o seu caminho para ser feliz, mas mantenha a relação na rubrica da amizade, no máximo.

Incrível como em tempos de independência feminina, mulheres donas do seu próprio nariz, com poder aquisitivo, no mínimo, invejável, ingenuamente ainda se encantam por situações como essa.

Isso me faz refletir sobre outro assunto, será mesmo que essa mulherada que está dominando o mundo está preparada para tal? Porque vamos combinar que, acreditar que o fofo vai se resolver pelo romantismo do amor meigo com a Miss Corações Solitários, é ingenuidade pura e sem gelo.

Por outro lado, entendo o desespero e carência da mulherada que forma o contingente de Miss Corações Solitários.

Elas exigem muito de si mesmas, procuram um amor ideal para chamar de seu e só Platão para  emprestar o mundo das ideias para essas solitárias bem sucedidas acharem o amor ideal.

Assim como não existe ex gay, não existe amor ideal para chamar de seu, se quiser deixar o contingente de Miss Corações Solitários, vai ter que rever suas expectativas, fazer uma análise SWOT, rever a estratégia de como ser feliz e curtir a vida como ela é, sem ilusões de que as coisas serão fáceis. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!!