quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Reintegração de Posse: Fora D. Baratinha!


Eu sei que metade do mundo está histérica esperando o fim do mundo anunciado para sexta-feira próxima e a outra metade histérica fazendo compras de Natal, lotando shoppings, lojas, o trânsito e coisas do tipo, mas vamos combinar que a vida continua e o cotidiano nos consome?

Não sei se já comentei que logo depois do retorno das merecidas férias percebi que minha casa tinha novos moradores, as baratas, danadinhas elas, aproveitaram nossa ausência e se instalaram.

Tomadas as providências necessárias no retorno, reintegrada a posse de nossa residência, expulsas as invasoras, gostaram da vizinhança e se instalaram em uma linda caixa de pedras no quintal.

Perto demais para uma convivência pacífica, identificada a nova moradia, mais providências tomadas e o calor e chuva dos últimos dias foram perfeitos para que as baratas non gratas viessem buscar conforto para a morte lenta e cruel dos venenos dentro de casa, da minha casa!

Vitória da civilização, morte às baratas! Mas algumas deram seu último suspiro dentro da minha casa, aí não teve jeito.

Nada que aquela limpeza básica não resolva, certo? Depende, sabe que nem todos têm o mesmo conceito sobre limpeza básica, a diarista aqui de casa é uma delas, para minha imensa sorte!!!

Recado deixado no mural sobre o evento baratas: “ Presta atenção ao chão porque estamos brigando com as baratas que veem de fora, já passamos veneno, mas algumas delas insistem em morrer dentro de casa.”

Tinha plena certeza de ter sido clara quanto à dar uma geral para localizar as eventuais cucarachas de pernas pro ar pelo chão.

Ou o chão embaixo do móvel não faz parte do chão ou não fui clara o suficiente ou alguém está querendo me enganar. Por favor, não responda.

Estou pensando no próximo recado do mural... “Por favor providenciar o sepultamento da D. Baratinha embaixo do rack antes de celebrarmos sua missa de sétimo dia.”

Receio provocar outro mal entendido, mas agora sobre a missa de sétimo dia, será?!

Nada fácil essa relação com prestadores de serviços domésticos, independente da modalidade dos serviços prestados.

Quer ver outra boa, os jardineiros do nosso pedaço chegam sempre por volta das 7:00h, perfeito, o dia rende que é uma beleza, é possível fazer dois jardins em um único dia, mas alguém pode me explicar por que os do pedaço são sempre os do primeiro turno?

Então aquele barulho insuportável fica zunindo até às 10/11:00h, depois já era, ou seja, apenas para atrapalhar aquela horinha maravilhosa do sono da manhã, é isso mesmo, eu posso me dar ao luxo de dormir alguns dias da semana até às 8:20h, quer dizer, não posso, os jardineiros não deixam.

Calor, chuva, Natal, fim de ano, fim de mundo se aproximando e todo mundo histérico para fazer o jardim antes das festas!!! Deixa a coitada da grama crescer em liberdade!

Ainda bem que faltam apenas mais alguns dias para 2013, assim passa a histeria das festas e começa a histeria do carnaval. Que saudades dos confetes e serpentinas!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!!