segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

A Principal Arma É a Indiferença

Como as pessoas nos contagiam com suas energias e seus comportamentos, é impressionante, mas não podemos permitir impunemente.

É sempre muito bom estar na companhia de pessoas alto astral, de bem com a vida, que mesmo atravessando situações difíceis e adversidades as encaram com bom humor, resignando- se diante da vida.

Resignação não é sinônimo de acomodação, mas sim de submissão à vontade maior, não impossibilitando a batalha para a superação.

Mas o assunto hoje não é sobre resignação propriamente dita, mas sim de como as diferentes pessoas se comportam diante da vida.

Umas com resignação e determinação, outras com revolta e determinação, a diferença crucial é o impacto que a resignação e a revoltam causam nas pessoas.

As revoltadas não aceitam os fatos como são e não os encaram com naturalidade, daí a pior das consequências, o mal humor.

É isso mesmo, pessoas revoltadas, que não são resignadas diante da vida, são mal humoradas e contaminam todas as demais pessoas que estão à sua volta.

Por isso é tão comum você conviver com alguém, seja no ambiente corporativo, na escola, no clube ou em casa, e sentir-se sugada na companhia dessa pessoa. Como diz uma amiga minha, essa é a típica vampira de energia, aquela pessoa que você não quer ter por perto nunca!!!!

Muito triste esse comportamento, mas o mais importante é identificarmos com rapidez quem são essas pessoas no nosso círculo de contato e criar ferramentas e mecanismos de defesa contra essa criatura mal humorada e sugadora das nossas energias.

Se você tem dúvidas em como identificar essa criatura, seguem algumas dicas:

1) Quase nunca a vampira de energia responde ao seu cumprimento

2) É uma pessoa que acha que o mundo conspira contra ela

3) Vê defeitos em tudo e em todos

4) É uma pessoa que não respira, mas “bufa”

5) Não sabe conviver com o sucesso alheio

6) Acredita cegamente que o mundo gira ao seu redor, tipo o seu umbigo é o eixo da rotação da Terra

7) Não sabe trabalhar em equipe

8) A primeira reação é sempre negativa e agressiva

9) Nunca se arrepende, apenas sente remorso

10) Trata os demais com desdém

Tenho certeza que você conhece alguém assim, eu conheço várias!!!!

Conviver com essas criaturas é uma tarefa árdua, mas muito divertida se você souber levar as coisas.

Experiências impagáveis são vividas por quem convive com uma vampira de energia, mas a mais engraçada de todas, em minha modesta opinião, é sentir a reação que a dita cuja tem quando você a trata nada mais nada menos do que como ela é: uma pessoinha que não vale a pena!

A indiferença por suas atitudes e teorias conspiratórias provoca um efeito bombástico, algo como o alho e o sol para a vampira, as vezes sou até acometida por uma onda de misericórdia com essas pessoas, mas ainda bem que não dura muito.

De toda forma, o que mais ouço de reclamações sobre pessoas como estas é que são donas de um mal humor crônico, incuráveis, contagiantes e repugnantes.

Triste isso, o mais triste ainda é que normalmente a pessoa não percebe seu comportamento e se acha a rainha da cocada preta, a mais legal das legais, a mais empolgada de todas, a mais amiga que existe, a que cabe perfeitamente no papel de vítimas das circunstâncias.

Se você identificou alguém ao seu redor com essas características, meus pêsames, mas se mais do que isso você se identificou com algumas dessas características, parabéns, há esperança para a sua recuperação, busque ajuda interna e externa para sumir desse grupo que causa tanta repulsa.

Acredito que todas as pessoas são dotadas de capacidade de serem melhores em tudo, mas para tanto é preciso ter plena consciência da necessidade da mudança.

Não é fácil, mas é possível, acredite, o que não dá é para aturar essas criaturas e incentivá-las a continuar sendo vampiras de energia.

2 comentários:

  1. É muita infantilidade alguém pensar que o mundo gira ao redor de seu próprio umbigo. Imagina com seria um caos o mundo tentando girar em torno de dezenas de umbigos... ridiculo... absolutamente ridiculo... só há uma forma verdadeira de se experimentar a sensação do mundo girar ao seu redor, esta é estar bem próximo de mim.

    ResponderExcluir
  2. Como todo mundo, as vezes somos obrigados a conviver com pessoas vampiras...depois de "anos de estrada" desenvolvi uma técnica....cara de paisagem! e quando puder, aperte o botão F - pra não ser deselegante e a Sandra Anemberg me recriminar!- pode-se usar o Delete, tire essas criaturas sombrias de perto!
    Mas acho que tudo converge pra um problema principal: FALTA DE EDUCAÇÃO!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!!