terça-feira, 1 de novembro de 2011

Rodinhas Nos Pés: Foz do Iguaçu e Cataratas

Com os feriados de novembro chegando, aproveite para programar-se e conhecer Foz do Iguaçu ou revê-la, é um belo passeio, 4 dias são suficientes.

Segue um roteiro básico para conhecer as belezas naturais, as feitas pela obra humana, as gastronômicas e as do consumo.

Minha sugestão é que você fique 4 dias inteiros em Foz, assim você terá tempo para fazer todas as coisas sem pressa e curtir o feriadão.

Comece indo pela manhã no Parque Nacional do Iguaçu, do lado brasileiro, o passeio pode durar o dia todo ou não, depende da escolha que se faça.

Se você não curte aventuras e esportes radicais, a melhor opção é fazer o passeio padrão, indo até as cataratas, de beleza inarrável, talvez algumas fotos consigam mostrar a dimensão da beleza natural das quedas.

Se for época de volume excessivo de água, será ainda mais gostoso, pois você literalmente vai tomar um banho ao caminhar para ver a Garganta do Diabo de perto.


Minha sugestão é que você vá sem capa de chuva, deixe-se banhar pelo spray de água e lave a alma.

Pode ser útil levar uma mochila com uma troca de roupas, assim você não fica molhado o resto do passeio.

O parque tem uma excelente estrutura, com restaurante, lanchonete, banheiros e tudo o mais.

Há opções de passeios de barco, indo até as quedas, rappel, trilhas, etc. Informe-se na entrada do parque.

Outra dica importante, maiores de 60 anos são isentos da cobrança do ingresso, pagando apenas o transporte, os que possuem conta no Banco Itaú pagam 50% do valor, desde que efetuem o pagamento com o cartão do banco, os demais pobres mortais pagam ingresso sem descontos.

80% dos visitantes do Parque Nacional do Iguaçu são argentinos, os demais 20% são compostos por brasileiros e demais estrangeiros, então você perceberá a quantidade de pessoas falando em espanhol.

Aproveite bem a visita, tire muitas fotos, caminhe e se divirta, o parque tem lojas para você comprar as lembrancinhas de viagem.

Importante guardar um pouco de energia e disposição para na parte da tarde atravessar a rodovia e ir visitar o Parque das Aves.

É um lugar repleto de aves, são viveiros que reproduzem as condições naturais de vida das aves.


Muitas delas são objeto de apreensão do IBAMA, então são aves em fase de adaptação, porque não têm condições de viverem no seu habitat natural.
Araras, papagaios, tucanos, ararajubas, etc fazem a felicidade dos visitantes, gostei muito do parque, da organização, da estrutura, da preocupação com o bem estar dos animais, enfim, vale a visita.

Bom, um dia está acabando e você ainda não se preparou para o jantar, então vá até a Argentina, a cidade de Puerto Iguazu oferece muitas boas opções de restaurantes, com a excelência da gastronomia argentina.


Com as taxas de câmbio, vale muito a pena jantar na Argentina, aproveite a oportunidade.

Informe-se sobre a obtenção da Carta Verde, caso você esteja viajando de carro, pois ela pode ser exigida dos motoristas brasileiros que trafegam em território argentino.

De quebra você ainda passa pelo Duty Free e faz as suas comprinhas como se estivesse em um Duty Free de aeroporto, tudo de bom! Aqui você pode comprar pagando em seu cartão de crédito internacional, não esqueça de fazer a liberação em sua operadora antes de viajar.

Bom lembrar que o limite de compras oficiais em fronteira seca é de US$ 300,00, ou seja, não abuse.

Depois de curtir o dia todo, uma boa refeição faz toda a diferença, então você já está preparado para o dia seguinte.

Para o segundo dia, a opção é conhecer as cataratas do lado argentino, então programe-se para tanto, seja em veículo próprio, locado ou de excursão, não deixe de ir, pois a perspectiva de visão das cataratas é outra.

Importante destacar que no lado argentino os ingressos não podem ser pagos em Reais ou em cartões de crédito, ou seja, leve Pesos argentinos, se não vai perder a viagem. Dentro do parque você poderá comprar nas lojinhas e nas lanchonetes, pagando em Reais ou em cartão, não me pergunte nada, por favor!!!





A estrutura do parque não é tão boa quanto a do lado brasileiro, mas mesmo assim vale a visita. São vários caminhos, que te permitirão ver as cataratas de pontos de vista diferentes, há trilhas inferiores e superiores, a paisagem é igualmente bela, mas o banho de spray de água não chega aos pés do que acontece do lado brasileiro.

Prepare-se para caminhar o dia todo, pois as trilhas são feitas a pé, o transporte até elas é feito por um trenzinho.

Este segundo dia é bom para você passear do lado argentino e na volta aproveitar para parar no Duty Free para as compras, pois o horário de funcionamento de estabelecimentos comerciais na Argentina é diferente, eles têm a siesta, então fecham para o horário do almoço e reabrem às 16h.

No Duty é ótimo para comprar perfumes, bebidas, chocolates e ponto, mas é sempre bom garimpar, porque as vezes encontramos coisas diferentes por bons preços. Os preços praticados são em US$, funcionando exatamente como em um Duty de aeroporto.

Pronto, seu segundo dia está chegando ao fim, então aproveite que está no caminho e vá até o marco das 3 fronteiras, não tem nada de extraordinário, mas é bom passar por lá.

Para o jantar recomendo que vá novamente na Argentina, não se incomode em cruzar a fronteira tantas vezes.

Para o terceiro dia a sugestão é fazer um roteiro um pouco mais light, assim você recupera as energias e se prepara para as compras no Paraguai.

Você não pode deixar de conhecer a hidrelétrica de Itaipu, é simplesmente uma obra incrível de engenharia, só vendo para entender, recomendo que faça a visita especial, mas vamos por partes.

Aproveite a parte da manhã para conhecer a cidade de Foz, é grande, bem organizada, com avenidas largas e arborizadas, a melhor forma de conhecer é rodar de carro.

Há lojas de artesanatos, aquelas típicas para turistas, mas se você gosta, de repente pode valer a pena.

A visita em Itaipu pode ser agendada via agência de turismo, normalmente nos hotéis há esses serviços disponíveis, sem adicional no preço. Vale programar a visita especial, ela é feita conhecendo-se a usina por dentro, desde do lago represado até o centro de operações.

Impressionante a obra de engenharia feita ali, além do que é uma formatação de empresa completamente diferente, pois é formada por Brasil e Paraguai, por isso é Bi-Nacional, mas não vou te contar como funciona, vá e descubra.

Se ficar até a noite, poderá ver a iluminação da usina, é deslumbrante.

Terceiro dia mais relax, com o dia com a programação mais tranqüila, então você não cansará muito e recuperará as energia para o dia de compras no Paraguai.

Ah, de novo, vá jantar na Argentina, aproveite para conhecer as lojinhas, as farmácias não são exatamente com a mesma estrutura e variedade das de Buenos Aires, mas mesmo assim é possível fazer as comprinhas básicas de creminhos, maquiagem, etc. Você também vai encontrar produtos para os cabelos da linha L‘Oreal com preços muito bons, uma tentação.

Você também pode comprar produtos de couro por bons preços, casacos, bolsas, malas, cintos, etc. Fique atento e não saia comprando a primeira coisa que encontrar, pois os preços variam conforme a qualidade do produto, pesquise, afinal de contas você está toda noite passeando por lá.

Outra boa opção na Argentina, sorvete, os helados argentinos são muito bons, caseiros, normalmente feitos por pequenas sorveterias familiares, não deixe de saborear.

Ah, o dia mais esperado por muitos, o Paraguai, o tempo das compras...vamos direto aos fatos, mesmo que esteja de carro próprio ou alugado, vá com um serviço de van oferecido gratuitamente por alguns hotéis ou por contratação de agências de viagem, porque ficar parado naquela ponte ninguém merece!!!

A fiscalização de fronteira na Ponte da Amizade existe na teoria, mas na prática ela acontece em raros casos, mas isso não significa que você pode sair comprando o que quiser.

Os cuidados necessários no Paraguai são os mesmos de qualquer centro popular de compras, cuidado para não comprar gato por lebre.

Os eletrônicos são os mais requisitados, mas só os compre em lojas indicadas, não caia na tentação dos preços muito baratos.

Se você é fã de produtos Victória’s Secrets, vá direto na perfumaria Charme, é mais rápido e fácil, os preços são os mesmos dos praticados em Duty Free.

Se você quer variedade e organização, vá na Monaliza e na Casa China, lá você encontra de tudo, é mais ou menos uma loja de departamento, com atendimento especializado e bons preços. O difícil é resistir!!!!

Nestas lojas é possível comprar peças de decoração de boa qualidade e preços bons, rouparia de 300 fios de algodão por preços muito bons, perfumes, cosméticos, maquiagens e esmaltes de grandes marcas, enfim, é uma loucura.

Se você gosta de comprar em camelôs, prepare-se pois terá um orgasmo múltiplo, são infinitos e vendem de tudo.

Não coma nada exposto nas ruas ou em ambulantes, prefira lanchonetes ou restaurantes de shopping, é mais seguro.

Seu dia será de muito andar, ver, procurar e consultar a listinha de compras. Recomendo que não use cartão de crédito em shoppings populares, apenas nas lojas grandes e em shoppings com cara de shoppings, se é que você me entende, assim você evita problemas.

Bom, depois de muito andar, comprar e passar vontade, você estará exausto. Mas não desanime, o jantar te espera, para não dizer que só comeu carne argentina, aproveita a noite para jantar em Foz do Iguaçu, há várias opções de restaurantes, mas os preços são os brasileiros, não se assuste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!!