quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Edição Especial Risqué Color Effect

E mais uma vez a Risqué surpreende as consumidoras com belas cores e efeitos em seus “Vidrinhos Coloridos”.

Flakes, holográficos e 4Ds chegam ao mercado na nova Edição Especial Risqué Color Effect.

Nessa edição nada é o que parece. As cores dos esmaltes dos frascos se transformam nas unhas e refletem novas cores com a luz. Uma cobertura que aplicada sobre outra cor é capaz de transformá-la, revelando novas nuances e cores com brilhos profundos em dimensões.

Esse é o resultado de um trabalho de pesquisa e desenvolvimento que deu origem ao elemento COLOR effect: glitters com efeito holográfico, flake de última geração, além de pérolas e pigmentos especiais que dão ao esmalte um visual ao mesmo tempo encantador, misterioso e surpreendente.

São 6 cores desenvolvidas com glitters, pérolas e pigmentos especiais e exclusivos para deixar as unhas com um visual encantador, misterioso e surpreendente!



Risqué Poção do Amor: Um vermelho metálico tridimensional com glitter dourado;
Risqué Miragem Azul: Um azul fechado com efeito ilusionista e holográfico;
Risqué Cobertura Encantada: Cobertura hightech de flakes alaranjados e avermelhados;
Risqué Chão de Estrelas: O reflexo das estrelas do céu com um chão negro de asfalto;
Risqué Besouro: Todo mistério da camuflagem do besouro decifrada em uma incrível com roxa esverdeada;
Risqué Viúva Negra: A atração fatal do preto com pérolas vermelhas - pra quem conhece o Vampira Polish da Eyeko, essa é uma ótima opção nacional

O preço sugerido é de R$ 2,75, o que mostra que a Risqué inova, modifica suas formulas, mas o preço é sempre acessível.

Algumas blogueiras já tiveram acesso as novas cores e postaram os swatches. Visite o link e confira:



E aí, o que acharam? Eu já quero o Poção do Amor e o Viúva Negra (risos)!






terça-feira, 30 de agosto de 2011

O Mundo Tá Ficando Doido...Virar Biscate?

O mundo tá ficando doido mesmo, outro dia estava no consultório médico na sala de espera apertada, cheia de gente e, como tenho o ouvido afiado, ouvindo a consulta que rolava dentro do consultório, quando a paciente me solta a seguinte pérola " vou virar biscate".

Gente, fala sério, não tem como ouvir essa frase e ficar inerte. Como assim vai virar biscate? Lembrei logo da novela Rainha da Sucata, onde a D. Armênia chamava a vizinha de biscatão.

Pelo que entendi do raciocínio da tal paciente, a ideia é que ela faz tudo direitinho, arruma namorado conforme o protocolo, faz tudo por ele, até compra apartamento para se mudar para a cidade dele e de repente levou um pé na bunda ou um chifre, essa parte não consegui ouvir, mas não tem outra alternativa de conclusão possível.

Diante dessa adversidade sofrida pela boa moça o remédio é virar biscate, assim ninguém mais destrói a vida sentimental dela, mas sim ela passa a ser a destruidora. Mas para tudo existe uma exceção, se você for amiga da tal paciente, fique tranquila, ouvi com todas as letras que ela poupará as amigas e amigos.

Estou na linha de risco total diante dessa maluca que resolveu biscatear e destruir lares por aí!!!!

O que me impressionou não foi o desabafo dela, que na verdade eu não deveria ter ouvido, mas o raciocínio torto da criatura.

Refletir sobre os próprios erros e acertos, fazer uma análise crítica sobre si não deve ter passado pela cabecinha loura da moça.

Se entregar totalmente em um relacionamento amoroso sem medir as consequências traz riscos muito claros, mais ou menos como escreveu meu querido autor Gabriel Garcia Marquez, crônica de uma morte anunciada.

É preciso ter mais amor próprio, se respeitar mais, impor limites, estabelecer as regras do jogo e coisas do tipo, mas isso exige maturidade, determinação e comprometimento.

Acho que virar biscate é mais fácil mesmo! Boa sorte minha cara.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Dolce Far Niente!

Como faz bem fugir da rotina, revigora o corpo, a alma e o espírito. Todo mundo devia se dar ao direito de sair da rotina de tempos em tempos e curtir mais a vida.

Somos muito severos conosco, o stress nos consome e a vida passa muito rápida, gastamos muito tempo e energia em busca do cumprimento de listas malucas de tarefas e não temos tempo de alimentar uma listinha básica de pequenos desejos, como de lugares para conhecer, livros para ler, restaurantes para experimentar, filmes para assistir, etc.

Quando nos damos conta de que toda a melhor energia foi gasta em coisas que não nos dão prazer, muitas vezes já é tarde demais, a idade nos consumiu a disposição e a saúde e mesmo tendo a conta bancária com cifras perfeitas para curtir a vida, não é possível.

O tempo é implacável, não há dúvidas. Então busque viver em equilíbrio, de forma que sua vida útil seja voltada não apenas para o trabalho, construção e chegar lá, mas para desfrutar todas as boas coisas que cada fase te oferece.

Veja só a velocidade que o ano de 2011 está passando. Quantas pessoas queridas você já perdeu apenas nesse ano? Quantas outras adoeceram e estão limitadas a tratamentos de saúdes restritivos?

Então, não espere a vida passar, faça mais, mas faça com equilíbrio.

Os italianos têm uma expressão que retrata bem o que deveríamos fazer mais na vida: dolce far niente! É o prazer do ócio, do fazer nada sem culpa.

Vivemos muito os efeitos da globalização com o contágio do life style norte-americano, da culpa exacerbada, da ambição financeira desmedida, da pressão por resultados e esquecemos que a vida passa.

Então para começarmos a semana com mais atitude e equilíbrio dê-se ao prazer do dolce far niente!

 * Foto: Viviane Sartorato

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Coleção The Muppets OPI

A marca de esmaltes OPI lança nova coleção edição limitada com 12 cores, em homenagem ao filme "Os Muppets", que estréia em dezembro no Brasil.

A coleção vem em tons de vermelho, verde, roxo, rosa e azul.
 
Os brilhos são lindos e a graça também está nos nomes das cores:

* Animal-istic – Este vermelho brilhante selvagem não pode ser domado!
* Meep-Meep-Meep – Se você ficar sem está cor, você vai chorar muito!
* Wocka Wocka! – Para te deixar alegre como uma boa taça de vinho.
* Pepe’s Purple Paassion – Que roxinho beliscão que nada!
* Designer…de Better! – Nos tempos da era Disco.
* Warm & Fozzie – Coberta de puro ouro.
* Rainbow Connection – O brilho do arco-íris dos seus sonhos!
* Excuse Moi! – Para brilhar em Paris e no resto do mundo.
* Gone Gonzo! – O brilho do azul do mar vai tomar conta de você.
* Fresh Frog of Bel Air – Verde que te quero verde.
* Divine Swine – Para brilhar como uma Diva.
* Gettin’ Miss Piggy With It! – Sou perua e não nego!

Eles não são uma graça?!


A coleção começa a ser vendida no Brasil em novembro.

Lembro de assistir Os Muppets quando era criança e adorava! Achava fofa a Piggy com todo o seu amor pelo Caco ♥! Com certeza não vou perder o filme, e vou dar um jeitinho de ter ao menos um vidrinho desses em minha coleção!..rs

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Até o Miojo Tem o Seu Dia

É uma efeméride e tanta...hoje é o dia do Miojo. E quem não se lembra do macarrão instantâneo, que atire a primeira pedra.

O Miojo fez parte da minha infância, não era a refeição mais nutritiva e saborosa do mundo, mas era bem divertido cozinhar rapidinho aquele punhado de macarrão com aquele sachet de molhinho, 3 minutinhos e o rango estava pronto.

O Miojo ficou tão famoso que virou sinônimo do macarrão lámen instantâneo, que até hoje é vendido nos supermercados por diversas marcas, além da Nissin.

A criação do Nissin Lámen Miojo é de Momofuku Ando, sem comentários sobre o nome desse tailandês naturalizado japonês, que em 25/08/1958 descobriu como preparar o macarrão em 3 minutos.

Curiosidades à parte, a data será comemorada com muito Miojo, mas em grande estilo e preço alto, a Nissin conseguiu a parceria com os restaurantes paulistanos Carlota, Boa Bistrô e Capim Santo, que especialmente na data de hoje servirão receitas elaboradas e preparadas com o lámen da marca.

Um luxo de Miojo, os preços não ficam atrás, nem podiam, para tanto no Capim Santo a receita vai ser com lagosta salteada e raspas de limão.
Já é assunto amanhecido a publicação da lista da Forbes com as mulheres mais poderosas do mundo, mas não resisti.

Dona Presidenta Dilma está com tudo e não está prosa, é a terceira colocada da lista, ficando atrás apenas de Ângela Merkel e Hillary Clinton, essas duas eram fáceis de acertar.

O que me chamou atenção foi a classificação da toda poderosa Michelle Obama, lá na oitava colocação...esperava uma posição melhor no ranking, o marketing sobre o poder de influência e poder propriamente dito da primeira dama dos EUA pode ser forte e impactante, mas não produziu todo esse efeito, caso contrário ela não amargaria a oitava colocação.

Porreta mesmo é a Dilma, essa sim está arrasando e deixando muito marmanjo com inveja, além de terceira colocada na lista da mulheres mais poderodas do mundo, ela ocupada a décima sexta posição na lista de pessoas mais poderosas do mundo. Agora estou só esperando para ler o Diário da Dilma, publicado mensalmente na revista Piauí, vamos ver o que vem por aí sobre a terceira colocação.

As grandes executivas líderes em empresas são as que mais chamaram a atenção e marcaram seu lugar na lista, das 100 classificadas, 60 são empresárias e/ou executivas.

Essa mulherada está dando um banho de poder e influência!

Bom, se você quiser consultar a lista na íntegra e ver a classificação da super, über model Gisele Bündchen, fique a vontade.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

E a Mesmice?!

Não sei o que anda acontecendo, mas o tempo não rende nada, faço, faço, faço e quando vejo o dia se foi e não fiz tanta coisa assim e olha que não fico pendurada na internet.

As vezes fico pensando que essa velocidade é só na minha cabeça, mas converso com o povo por aí e dizem a mesma coisa.

Como não tem como segurar o tempo, vamos correr para fazer tudo o que está na listinha do dia, ou pelo menos o máximo de itens possíveis.

Estou em falta com as postagens, mas não agüento fazer tudo! Pronto, desabafo feito. Acompanho os jornais, mas até as notícias me parecem sempre as mesmas, é uma mesmice de dar medo.

Só ontem consegui ler a entrevista dada por Nelson Jobim para a revista Piauí, que, diga-se de passagem, é uma das minhas revistas favoritas. Entendi perfeitamente toda a celeuma do seu desligamento do ministério. O cara pode falar o que pensa, mas não tenho tanta convicção de que ele fale o que pensa, acredito que fale o que quer, há uma diferença colossal entre ambas.

Posso dizer que também sou uma pessoa que tem o privilégio e o lombo duro para falar o que quer, o que penso jamais falarei, é impublicável. Não é fácil ser casca grossa, ter o lombo duro, mas vale a pena.

No fim de semana fiz meu programa preferido, fui dar uma olhadinha em algumas concessionárias em motos e carros, é um colírio para os olhos, a diversão é garantida. Tentação resistida, nenhuma aquisição de veículo automotor.

O frio do fim de semana foi ótimo para dormir, tomar vinho, fazer tricô, ler, namorar, cozinhar, não exatamente nessa ordem.

A semana está correndo também, ela consegue acompanhar a velocidade do tempo, ou será que ela reflete a velocidade do tempo? Sei lá, muito cabeça isso, fato é que estão se entrosando muito bem, porque as semanas voam, os meses passam e daqui a pouco é fim de ano.

By the way, alguém já se programou para o fim de ano? E para os presentinhos de Natal? Se não, vai pensando nisso, porque já já é Natal, ho, ho, ho!

Antes do fim do ano tem as minhas férias, essas sim estão programadas, estou ansiosamente esperando esse dia chegar. O problema maior de férias é que antes delas chegarem a gente trabalha dobrado para deixar tudo em ordem, limpar as pendências, etc e tal. Depois das férias a gente também trabalha dobrado para conseguir colocar tudo nos eixos, corrigir as besteiras feitas pelo “fogo amigo”, ler todos os e-mails, descobrir que a sua caixa de entrada estourou e ficaram mais um monte de e-mails para trás, etc e tal.

Não é justa essa dobradinha antes e depois das férias, me faz refletir quanto vale a pena sair de férias, aquela coisa de custo x benefício.

Como justiça é um juízo de valor, ainda acho que vale a pena ficar de férias, mas sem ficar conectada com o blackberry, internet, e-mails e porras do tipo, se bem que falo, até escrevo, mas no fim das contas não consigo me desligar totalmente.

Vou tentar mais uma vez não me conectar ao trabalho, acho que será em vão, mas vou tentar. Parece promessa de fim de ano!

E a sua listinha de promessas de fim de ano? Já fez um balanço parcial? Eu até que estou indo bem, targets alcançados, outros encaminhados e outros lá no fim da lista, de repente ficarão para o próximo ano. É aquela velha história, não dá para fazer tudo.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Primavera Verão Impala Disco

Se você não sabe a cor que você quer, eu sei, quero todas!!! A Impala lançou sua coleção Primavera, que só chega às lojas em Setembro, mas antes que a estação das flores, assim você poderá estar com as unhas preparadas para a Primavera.

A Impala tem contribuído muito com o desenvolvimento de novas tendências de cores e texturas de esmaltes, sorte das antenadas e viciadas em vidrinhos coloridos.

A coleção recebe o nome de Disco, bem em linha com a tendência de moda Color Blocking, dando um arzinho retro nos esmaltes, os nomes são criativos e lembram a era Disco dos anos 70, bem ao estilo Dancing Days.

Vejam o que acham das cores:



Cremosos:

Azul Pavão – Azul-petróleo que será um grande ícone da estação.

Patins - Cor areia que faz referência aos patins de couro branco com quatro rodas paralelas que, naquela década, eram uma verdadeira febre. Uma forma de diversão e liberdade para os jovens, que dançavam e faziam manobras na sintonia das músicas.

Polaina Fun – Azul que era usado junto com os patins. As polainas eram o elemento fashion dos anos 70, muito usado em sobreposições com as leggings.

Listrado – Vermelho com a cara do verão. O listrado era a estampa divertida presente nas leggings e meias das garotas que andavam de patins.

Garota Pop – Rosa usado pela Garota Pop que, na discoteca, sempre se torna o centro dos holofotes na balada noturna.

Perolados:

Sex Appeal – Policolor que mostra as várias cores que a mulher pode representar no dia a dia. Ela pode ser marrom, rosa, lilás, entre outras. Afinal, ela poderá ter todas as nuances ao mesmo tempo.

Brilho Vinil – Rosado com micas que reluzem ainda mais a sua cor e seu brilho, em uma época na qual a sua maior referência era o glamour, o poder, a magia e o encanto dos anos 70.

Glitter Holográfico:

Disco Ball – Resgata o brilho dos tecidos de lurex, dos paetês, e as lantejoulas das roupas das mulheres no glamour das discotecas, época em que era essencial a diversão e a exclusividade do momento, mas sempre com muito brilho.

Preço sugerido: R$ 2,90 (cremosos e perolados) e R$ 4,25 (glitter holográfico / esmalte policolor).

Os perolados estão em alta não apenas nessa temporada como nas próximas, então use e abuse, mas cuidado com as combinações de roupas!!!!

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Dias Pequenos

Esses dias as coisas estão um loucura, é tanta coisa para fazer, a sensação que tenho é que o dia tem poucas horas, umas 30 seriam mais adequadas para dar conta de cumprir todas as tarefas, ainda mais se considerar que tenho que fazer, com mais freqüência do que me agrada, o trabalho dos outros.

Mas como a vida é curta e a gente consegue se desdobrar, ainda é possível encaixar na agenda um encontro com as amigas. Ótima oportunidade para colocar as fofocas em dia, falar mal da vida alheia, dar boas risadas e fazer uma terapia em conjunto.

Esse verão fora de época contribui com o cansaço do fim do dia, mas é um prato cheio para tomar algo geladinho e refrescar a guela.

O mundo parece que está em frangalhos, as bolsas oscilando de novo, será que alguém ainda se incomoda com isso? Os que perdem dinheiro com as quedas!!!!

No Oriente Médio não há paz nunca, uma tristeza ver as cenas de violência, na Inglaterra parece que as coisas se acalmaram um pouco. Será que o Obama saiu de férias? Acabei não acompanhando esse evento que abala a opinião pública de quem não tem o que fazer, por isso não tira férias.

Não consigo acompanhar as novidades do mundo automobilístico, estou com vários posts começados, mas não consigo terminá-los.

Reconfortante lembrar que ainda terei coisas boas no decorrer da semana, como ir na manicure pintar as unha e colocar os assuntos em dia, receber uma drenagem linfática revigorante e dolorida, namorar muito, apreciar uma boa refeição regada a vinho...

Nem só de trabalho vive essa marmota que vos escreve, ufa, ainda há esperança.

Bom, vamos tocando que a quinta-feira ainda não acabou !

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Reflexões sobre a Morte e a Vida

Ainda há muitos mistérios a serem descobertos, o nascimento até pouco tempo atrás era um desafio, um mistério ou sei lá o que, mas isso já foi superado, atualmente tem se mais controle sobre o nascimento, com os avanços tecnológicos e científicos.

Já não podemos falar o mesmo sobre a morte. Ela é certa, único evento que sabemos que vamos passar, mas quando, como, por que são perguntas que ainda não conseguimos responder.

Este ano várias pessoas queridas cruzaram a fronteira da vida para a morte, alguns dizem que é apenas uma passagem dessa vida para outra vida, pode ser, não há certezas absolutas sobre isso, mas é um evento que nos abala.

Saber que uma pessoa querida se foi e você não a encontrará mais nos almoços de domingo, em uma festa, na próxima reunião de condomínio, etc é ainda um incômodo, mesmo crendo que ela apenas mudou de plano.

Não tenho como me manter inabalável diante da morte. O adeus é dolorido, é pesaroso, é muitas vezes triste, mas é inevitável.

Assusta-me a quantidade de pessoas cada vez mais jovens que cruzam essa fronteira, sejam vitimadas por doenças velhas conhecidas, por acidentes estúpidos, por iniciativa própria, enfim, o fato é que a única certeza que temos tem se feito cada vez mais presente.

Cada vez que perco alguém faço um exercício de reflexão sobre a minha vida, sobre o que tenho feito não apenas na minha vida, mas da minha vida, será que se amanhã a morte me visitar irei tranqüila, sem deixar “to do” pendentes em minha lista?

Certamente não, mas a outra pergunta é quais são estes “to do”? Será que de fato são coisas que farão a diferença ou serão apenas rotina de trabalho, retrabalho, trabalho que um terceiro deveria fazer e não fez?

Provavelmente um pouco de tudo, mas muito pouco do que realmente deveria ser a minha vida.

É muito triste a conclusão dessa reflexão. Confesso que me empenho para mudar, tento fazer valer meus princípios para mudar o rumo das coisas, mas o mundo que vivo não me permite ir muito longe na minha empreitada, tão logo o tempo faça seu efeito, as coisas voltam como antes.

Quando a morte chega novamente impiedosa sobre outra pessoa querida retomo minha reflexão, meu empenho e o ciclo vicioso segue ser caminho.

Não me agrada sucumbir a essa fraqueza, mas não consigo virar o jogo. Sofro introspectiva, pensando como mudar as coisas e não chego à resposta nenhuma.

Será que tem resposta? Essa é outra boa pergunta que provavelmente nunca encontrarei resposta, mas acreditar que ela existe impulsiona a roda da vida.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Esmalte Craquelado

Este ano vimos várias novidades no mundo “esmaltistico”. Coberturas diferentes, cores ousadas, holográficos, flocados e o tal efeito/acabamento craquelado.

Neste post vamos conhecer as novidades de algumas marcas.

Explicando de forma simples, craquelado é uma cobertura que aplicado sobre uma base seca simplesmente racha. Para o efeito dar certo, o esmalte de baixo deve estar totalmente seco.

Comprei umas duas ou três cores para testar esse efeito, mas ainda não tive coragem de passar nas unhas. Acho que não combina muito usar no dia a dia, pois destaca muito as unhas.

Algumas marcas que lançaram os craquelados:



- Pupa: Lançou há algum tempo já um Nail Art Kit que conta com dois esmaltes em uma caixinha, para que você possa criar facilmente o efeito craquelado.
Seguindo as orientações, funciona assim: primeiro você passa o esmalte “Art Base” em toda a unha, aguarde 4 minutos até o esmalte secar. Em seguida, aplique o segundo esmalte “Art Top”, que é necessário apenas uma camada. Espere 5 minutos e pronto! O resultado são unhas com efeito craquelado e totalmente diferentes uma das outras.






O Nail Art Kit da Pupa tem um preço sugerido de € 11,90 e está disponível em cinco combinações: dourado e vermelho, prata e preto, branco e roxo, dourado e verde, prata e azul.

- Rivika Color: Com pigmentos diferenciados, a marca lançou os primeiros craquelados nacionais. São 20 cores, e o preço sugerido é em média R$ 14,00.
No site do fabricante diz que a cobertura craquelada deve sempre ser passada sobre o esmalte cremoso BEM seco e a camada deve ser BEM fininha, para que o efeito não seja de total cobertura.

- Big Universo: A coleção reúne três cores e um top coat pra dar um acabamento legal.

Na ordem da foto estão: Top Coat, Iceberg, Magma e Vulcano. Os vidrinhos com 15,5ml estão á venda com preço sugerido de R$ 6,00.


- China Glaze: A pioneira na tecnologia crackle traz a Coleção Crackle Glaze com 6 cores: Black Mesh, Lightening Bolt, Broken Hearted, Cracked Concrete, Crushed Candy e Fault Line.



A China Gleze Lançou tembém 6 cores metálicas para o verão 2011. Mesmo não cedendo à tendência, admito que as versões metálicas são muito interessantes.







São muitas opções de marcas e cores para quem quiser testar o efeito nas unhas. E vocês meninas, gostaram desse "efeito" craquelado?


sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Thanks God It´s Friday!

Sexta-feira enfim chegou, com muito sol, baixa umidade do ar, temperaturas em alta, mas ainda é sexta-feira e por si só merece celebração, ainda mais depois de uma semana tão stressante como essa.

Não sei como foi a sua semana, mas a minha foi pesada, não me conformo com a incompetência, ineficiência, falta de vontade e espírito de equipe que tanto nos cercam no mundo corporativo.

É muito desestimulante vestir a camisa do time da empresa quando se tem que atuar em várias posições diferentes no time. Fico pensando porque nenhum jogador é expulso imediatamente ao cometer seus atos de violência contra a equipe, é o tal fogo amigo que vitima os membros do mesmo time.

O técnico também não é trocado, mas também por que seria, se na prática ninguém quer colocar o dedo na ferida? Acho que o problema não é o time, não é o técnico, mas o clube.

Então o negócio é pensar em mudar de clube, é o tal troca-troca de jogadores, que muitos não entendem os motivos, mas só quem joga na zaga, no ataque, no meio de campo e no gol sabe os reais motivos de deixar o clube para trás em busca de novos desafios em um time novo.

Nossa, esse mundo futebolístico é mesmo muito didático para ilustrar o mundo corporativo!!!!

Voltando ao tema inicial, hoje é sexta-feira, qual será a sua boa para o fim de semana?

Em São Paulo está rolando a 85 ª Festa da Achiropita, tradicional festa que acontece anualmente no bairro do Bixiga, é uma boa pedida para o fim de semana, consulte a programação no site, clicando no link acima.

Para os de espírito mais rebeldes, sábado é um ótimo dia para pegar a estrada em uma moto e curtir as estradas e cidades da região, com boa comida, atrações turísticas, feirinhas, etc.

Para quem quer curtir boa música, hoje a partir das 19h tem Café Filosófico no Espaço CPFL.

O roteiro gastronômico da região também é uma boa opção, é só decidir o que quer saborear e escolher o restaurante.

Importante é que tem opção para todos os gostos e bolsos, então não fique em casa morgando, programe-se para curtir o seu fim de semana, porque a segunda-feira já está chegando.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Em que Mundo Você Vive?

Confesso que quando vejo a notícia de algum crime bárbaro, daqueles que o sujeito descarrega uma arma no peito do outro, ou que espanca até transfigurar a pessoa e coisas do tipo, fico horrorizada, mas ao mesmo tempo me pergunto em que ponto de stress, raiva e ira estava esse sujeito para fazer isso?

Fico pensando que eu muitas vezes seria capaz de fazer coisa muito pior se me pegasse em um daqueles dias de fúria.

Dia desses estava assistindo um filme, que não me lembro o nome, mas que tratava da máfia francesa, com cenas de violência, vingança e muita adrenalina. Umas das cenas o “mocinho” do filme esmaga a cabeça do “bandido” no carro, ou seja, o cara bate tanto que a cabeça já era.

Fiquei vendo aquela cena e soltei a pérola: “eu as vezes tenho vontade de fazer exatamente isso com algumas pessoas”, lógico que meu marido riu de mim, só não descobri qual o motivo, mas riu.

Por isso dá para entender porque as vezes as pessoas perdem completamente as estribeiras e partem para atos de loucura, é bem na linha do filme “Um Dia de Fúria”, o sujeito vai chegando no seu limite e estoura.

Quantas vezes você também não teve vontade de, literalmente, socar uma pessoa. Eu fico pensando que realmente não é bom o ser humano andar armado, se não vai atirar mesmo, porque o sangue ferve, sobe e extravasa.

A vida é uma sucessão de emoções reprimidas, não podemos reagir naturalmente no mundo corporativo, as regras de etiqueta business não permitem, no ambiente familiar também não se pode fazer o que quer, há uma convenção velada de que temos que manter o bom convívio e aceitar as pessoas como elas são, pena que a recíproca não é verdadeira!

No âmbito social, ou seja, no seu grupo de amigos, também não podemos dar opiniões sinceras impunimente, logo vem a crítica, a cara feia, o nariz torcido que o mundo do politicamente correto nos impõe.

Eu concordo com a Marcia Tiburi, o que mata esse mundo é a moralina e não a cocaína. A maldita moral exacerbada tolhe as pessoas, cria regras hipócritas, emburrece as pessoas.

Viver de forma livre e sem as imposições acima tem um preço muito alto que nem todos estão dispostos a pagar, por isso é mais cômodo aceitar as regras do jogo e viver no mundinho da Alice no País das Maravilhas, até o sangue ferver, subir e estourar, aí o ser humano mostra a sua cara verdadeira e a sociedade pune.

Fórmula Secreta da Colorama

Essa coleção já foi lançada há algum tempo no desfile Nails Fashion Week, mas não falamos dela aqui ainda.

As novas cores são enriquecidas com a tecnologia Nutri-Complexo, que é altamente nutriente e possui ceramidas e vitaminas E e B5, o que promete deixar as unhas mais fortes. O pincel também é diferenciado, com cerdas ultrafinas, que permitem maior controle e precisão na aplicação.
 




As cores dessa coleção vão agradar das mais ousadas às mais recatadas, escolha a sua :

- Dupla Face: bege claro
- Siga-me: vermelho ocre, puxado para o vinho
- Elemento: verde musgo e intenso
- Fagulha: laranja queimado
- Missão Azul: azul aberto e vibrante
- Segunda Pele: nude com fundo rosa mauve (bem parecido com o Rosa Antigo, de coleção antiga da Colorama)
- Fumaça: cinza claro e luminoso


Os vidrinhos já estão nas lojas, com preço sugerido de R$ 3,45 (mas vi em uma loja de cosméticos por R$ 4,95).

Vi alguns swatches na net, mas não consegui escolher a minha cor preferida, mas gostei muito do Missão Azul e do Fumaça. E vocês meninas, qual sua cor preferida?

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Maxi Calças: Palazzo Pants e Pantalonas

O mundo fashion não é o único a buscar inspiração no passado para construir looks atuais, um bom exemplo é o resgate das Palazzo Pants, que já foram usadas há muito tempo atrás e ainda servem de inspiração.

Se você não se lembra das Palazzo Pants, não se preocupe, no verão verá muitas delas espalhadas Brasil a fora, mas no verão do hemisfério norte já estão em alta.

Aliada a esse resgate de criação, temos as cores vibrantes, as estampas geométricas à La Pucci, dando um ar ainda mais verão às peças.

Essa modelagem de calça é bem fluida, leve, usada com tecidos tão leves quanto a seda, dando um ar de conforto e elegância a quem a usa.

Não se confunde com a tão famosa pantalona, muito embora a modelagem seja muito semelhante, mas a pantalona normalmente é feita em vários tipos de tecidos, não apenas na seda. Sua elegância também é irrepreensível, dando poder e charme à mulher que a veste.

Quem difundiu o uso dessas maxi calças foi Coco Chanel, já nos idos de 1920, quando a adotou nos seus fins de semana que passava em Deauville, sua inspiração foi os marinheiros, isso mesmo, as calças usadas pelos marinheiros da época.

Com o talento e criatividade de Coco Chanel, ela transformou a peça em hit, usado com elegância e glamour mesmo em uma época que as aflições da guerra atingiam a Europa em cheio.



Greta Garbo, atriz famosa e antenada com as últimas tendências, também adotou o modelito difundido por Chanel, fez sucesso e seguidoras mundo a fora.

As Palazzo Pants, como o próprio nome denuncia, são perfeitas para o uso de quem privilegia o conforto, já que palazzo em italiano significa palácio, casa, dando o real sentido ao seu uso em ambientes descontraídos e informais.



As Palazzo Pants são mais amplas que as pantalonas, são quase uma saia longa misturada com uma calça boa de sino, mas com toda a elegância de uma saia.

Sua fluidez também deve ser observada, por isso o uso da seda como tecido básico para sua confecção, mas pode ser substituído por outros com caimento tão fluidos e leves quanto a seda.

Nesse verão veremos muito essas calças amplas em cores fortes, estampas marcantes, combinando com o clima da estação, usando rasteiras para as mulheres mais longilíneas e com saltos altos para as mulheres menos privilegiadas quanto a estatura e mais avantajadas nos quadris.

O importante é ter estilo e bom senso no uso dessas peças, fazendo bonito no dia-a-dia.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Color Blocking

Se você acompanha as revistas de moda e os programas sobre o assunto, já deve ter notado que a onda color blocking está na aí, se para ficar ou não é outra história.

Mas o que é esse tal de color blocking? Nada mais é do que usar blocos de cores vibrantes para compor o visual, o que na minha modesta opinião é um perigo, porque ser fashion, ser tendência etc e tal é uma coisa, mas usar no dia-a-dia produções assim pode ser perigoso.



Se você não é profissional da moda e não quer correr o risco de cair no ridículo e na armadilha da moda, mas mesmo assim quer usar essa tendência, aposte em escolher apenas uma cor vibrante no seu look, isso ajuda a compor o visual com equilíbrio e modernidade.

Já misturar cores vibrantes como vermelho e pink podem ser muito bonito nas passarelas, mas no dia-a-dia é um risco que nem todas estão dispostas a correr e pense bem onde usar essa tendência color blocking, no trabalho, se você não é do mundo fashion, pode ser um erro grave.

Mas se você é uma celeb, pode sair direto do mundo das passarelas para um evento qualquer e fará bonito, pelo menos nas fotos.



O verão é uma estação em que as cores são por si só mais vibrantes e combinam com o clima quente, as opções de acessórios sempre atraem bastante, mas nem todas têm talento para fazerem a melhor combinação.

Então fique ligada com as tendências das passarelas, mas sempre respeitando seu estilo e shape.

Deu a Louca no Mundo

Deu a louca no mundo? Não sei o que está acontecendo, cada vez que vejo os noticiários a bolsa despencou um pouco mais, não entendo isso, na sexta-feira havia um certo otimismo no ar, as cotações do dólar e euro haviam se recuperado e hoje...

Não é nada fácil acompanhar os acontecimentos econômicos, fico lembrando que meu marido sempre comenta que economista não sabe o que diz e só diz porque sabe que ninguém entende direito e nem vai contestar.

Deve ser isso mesmo, porque é tanto disse que disse, que não é possível economia nenhuma sobreviver a tanta especulação.

Continuar vendo os noticiários é bastante curioso, as vezes me deparo com cada notícia que ao ler a manchete não consigo entender direito e não me venha com essa de que o problema de entendimento é meu!!!

O que achar do ex jogador de futebol suplente a deputado federal que abre mão de assumir temporariamente o mandato? Tem que ler a notícia toda para entender a jogada de mestre. Esse país não é sério.

E a mulher que morre baleada em festa realizada dentro do quartel da FAB em Recife? Não há segurança em lugar nenhum mesmo.

Nem comentar sobre o Serra abrir consultoria e assessoria empresarial, mas não resisto, que empresário vai contratar os seus serviços?

Explodir caixa eletrônico não tem mais graça, a bandidagem a solta agora está ousando mais, estão tentando levar o caixa com cabos de aço. Imagina a cena, um caminhão roubado, lógico, carregando um caixa eletrônico para ser desmontado e esvaziado no conforto do lar do ladrão.

Mas não me animo, deve ter muito mais bizarrice por aí, então vamos firmes acompanhando o que acontece no mundo.

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Falar o quê?

O mundo globalizado é ótimo, mas por outro lado não há fronteiras para as notícias, novidades e informações, parece que após ler o primeiro jornal, ou site, ou revista todos os demais são repeteco.

Assistir aos telejornais então é um exercício de paciência, é uma repetição terrível, eu aproveito o horário noturno para ver o telejornal, mas nem precisa dizer que lá pelas 22h todas as notícias são amanhecidas, com raras exceções, normalmente catástrofes ou óbitos.

Não é fácil encontrar assunto interessante para escrever, comentar ou coisas do tipo, parece que quando se tem tempo para escrever tudo que já foi visto não tem mais interesse.

Revistas e programas de moda então são um caso à parte, também com raras exceções tudo já é sabido, não há aquele suspiro de novidade.

Fico pensando aqui como será a vida de estilistas e produtores de revistas e programas, não é fácil mantém a atenção de um público cada vez mais antenado e globalizado.

Gosto de ver os lançamentos no mundo dos cosméticos, make up, perfumes, esmaltes, etc, etc, muito embora a quantidade de lançamentos seja imensa e mesmo parecendo que a criatividade não terá fim, as vezes me frustro com a mesmice. As inspirações apenas mudam de nome, mas são um denominador comum.

Quando criança ouvia sempre o Chacrinha dizer, isso mesmo querida, sou do tempo do programa do Chacrinha na TV Globo, nesse mundo nada se cria tudo se copia, transformando em ditado popular a lei da conservação da matéria deduzida por Lavoisier: “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”.

Atualmente a cada clic na internet percebemos mais e mais a transformação da notícia, a manipulação da informação, os assuntos apenas disfarçados em opiniões diferentes, mas em uma mesmice daquelas.

Não é fácil manter acesa a chama da curiosidade e do interesse do leitor em um mundo globalizado.

Imagine a vida de um escritor que vive do seu ofício de escrever, de produzir textos literários transformados em livros, como despertar a curiosidade e o interesse do leitor ao ponto de conduzi-lo à compra do livro?

Se escrever aqui algumas linhas e manter um conteúdo minimamente interessante não é nada fácil, imagina o escritor o que não sofre!

Enfim, chegamos a um ponto que as coisas não mudarão mais, a globalização é irreversível, a informação em tempo real já faz parte da nossa vida, então vou aqui continuar minha vidinha, lendo muito, clicando em busca de algo que valha a pena ser comentado, descobrir alguma novidade ou algo que goste e que possa compartilhar com você.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Piadinha Feminista!!!

Divisão de bens entre Adão e Eva

Quando Deus criou Adão e Eva, disse aos dois:

- Tenho dois presentes para distribuir entre vocês: um é para fazer

xixi em pé e...

Adão, ansiosíssimo, interrompeu, gritando:

- Eu! Eu! Eu! Eu! Eu quero, por favor... Senhor, por favor, por favor.

Sim? Facilitaria-me a vida substancialmente!

- Por favor! Por favor! Por favor!

Eva concordou e disse que essas coisas não tinham importância para ela.

Então, Deus presenteou Adão.

Adão ficou maravilhado. Gritava de alegria, corria pelo jardim do Éden

fazendo xixi em todas as árvores.

Correu pela praia fazendo desenhos com seu xixi na areia. Brincava de

chafariz. Acendia uma fogueirinha e brincava de bombeiro...

Deus e Eva contemplavam o homem louco de felicidade, até que Eva perguntou a Deus:

- E... qual é o outro presente?

Deus respondeu:

- Cérebro Eva, o cérebro é seu!