quarta-feira, 13 de julho de 2011

Capim Dourado Jalapão

O Capim Dourado do Jalapão é matéria-prima para a confecção de artesanato, peças d decoração, bijouterias e tudo o mais que a criatividade permitir.

O INPI aprovou o pedido de indicação geográfica (IG) de artesanato brasileiro no que diz respeito aos trabalhos manuais confeccionados com o Capim Dourado do Jalapão. Isso significa dizer que houve o reconhecimento de indicação geográfica na categoria indicação de procedência, delimitando a área do Jalapão como fabricante de artesanatos manuais com Capim Dourado.

É o primeiro pedido de indicação geográfica aprovado para produtos de artesanato brasileiro, o que pode parecer sem importância, mas não é, já que o selo de IG abre as portas do comércio internacional para as peças produzidas manualmente no Jalapão com Capim Dourado.

Sem dúvida as comunidades produtoras desses trabalhos manuais no Jalapão vão ganhar destaque comercial e turístico, principalmente na era do politicamente correto e da sustentabilidade.

O Capim Dourado do Jalapão quando colhido entre os meses de setembro e novembro e depois de seco está pronto para ser manuseado e trabalhado, no entanto o desafio de sustentabilidade é fazer a extração controlada da planta que cresce somente entre os meses de abril e junho e corre o risco de extinção na região.

Syngonanthus nitens euriocaulaceae é o nome científico do Capim Dourado, que é bom lembrar, é o único no Brasil com técnicas tradicionais influenciadas pelos índios e primeiros negros que viviam na região do Jalapão.

A comunidade de Munbuca (com n mesmo) é formada por ex escravos remanescentes dos quilombos da região que desenvolveram as técnicas de preparo e manuseio do Capim Dourando, dando forma à peças de beleza ímpar, que podem ser utilizadas na decoração, na moda, etc.

O artesanato produzido na região do Jalapão é a principal fonte de renda das famílias daquela região, por isso a importância do selo de indicação geográfica (IG) do INPI.


Estima-se que com a obtenção da certificação de indicação geográfica o valor de mercado do artesanato produzido com Capim Dourado aumente, proporcionado maior lucratividade para os produtores locais.

Adicionalmente, a certificação normalmente traz excelentes resultados de incremento turístico na região, bom exemplo é o que aconteceu com o Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul, quando obteve a IG para a produção dos vinhos da região o turismo cresceu 300%.

Além disso, o Jalapão é uma região de beleza natural, que proporciona aos seus visitantes espetáculos da natureza, com uma geografia ímpar, atraindo turistas do mundo todo.

Com a aprovação do pedido de indicação geográfica, corre o prazo de 60 dias para que os artesãos do Jalapão efetuem o pagamento da taxa específica ao INPI, de forma que a certificação de IG comece a produzir efeitos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!!