terça-feira, 12 de abril de 2011

Velhos Problemas...

Quantas vezes você se pega vivendo velhos problemas? Eu caio nessa de tempos em tempos, chego até a pensar que o problema sou eu, pois por mais que mude algumas coisas, passa um tempo e lá está meu velho conhecido problema de sempre.

Quando isso acontece muito me pergunto de fato se o problema não sou eu, acho muito legítima minha preocupação e percebo que a reflexão vale a pena.

Alguns problemas a gente consegue driblar, postergar, eliminar, mas outros insistem em nos acompanhar!!! Então aí é a hora de usar a criatividade corajosamente, porque cada um bem sabe onde o calo aperta, mas mudar as coisas é que são elas!!!!

Como sou uma pessoa de bem com a vida, levo as coisas bem no relax, mas não deixo de pensar e me preocupar, uma vez ouvi alguém dizer que preocupação é pensar no problema e meditação é pensar na solução, será?

Enfim, quanto mais me aproximo da idade do "FODA-SE", ah, se você não sabe, todas as mulheres adquirem o direito ao " FODA-SE" aos 40 anos, estou quase lá...me aguenta, porque já não tenho muitas papas na língua!

Voltando ao assunto, quanto mais perto dos 40 anos, mais perto de apertar o FODA-SE, isso significa dizer que situações que eu engolia, respirava fundo, fazia de conta que não via, muitas vezes fazia cara de boba, etc serão resolvidas com uma ação rápida e precisa, muito provavelmente me fodendo para o que os outros pensarão, farão, etc, etc, etc.

Será que isso é perigoso? Pode ser, mas viver insatisfeita, aguentando os espertinhos que levam a Lei de Gérson à execução diária, alimentar a gastrite e se reprimir é muito mais perigoso do que o "FODA-SE" .

Vamos deixar as coisas muito claras, não estou incentivando ninguém a fazer o que der na cabeça, nada de atitudes precipitadas, das quais você vai se arrepender, mas a quantos anos você está do "FODA-SE"? Reflita e decida com criatividade.

Chutar o pau da barraca literalmente seria o mais gostoso, liberaria uma adrenalina e tanta, mas e depois?!

Estou trabalhando no meu "FODA-SE", analisando o cenário, as expectativas, o investimento, o retorno do investimento, a qualidade de vida e em breve executarei conscientemente, com direito a arrependimento, mas sempre consciente e você o que tem feito da vida?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!!