sábado, 31 de dezembro de 2011

Mudança



Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa. Mais tarde, mude de mesa.

Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua. Depois, mude de caminho, ande por outras ruas, calmamente, observando com atenção os lugares por onde você passa.

Tome outros ônibus.

Mude por uns tempos o estilo das roupas. Dê os seus sapatos velhos. Procure andar descalço alguns dias. Tire uma tarde inteira para passear livremente na praia, ou no parque, e ouvir o canto dos passarinhos.

Veja o mundo de outras perspectivas.

Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda. Durma no outro lado da cama... Depois, procure dormir em outras camas. Assista a outros programas de tv, compre outros jornais... leia outros livros.

Viva outros romances.

Não faça do hábito um estilo de vida. Ame a novidade. Durma mais tarde. Durma mais cedo.

Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.

Corrija a postura.

Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes, novos temperos, novas cores, novas delícias.

Tente o novo todo dia. O novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo jeito, o novo prazer, o novo amor.

A nova vida. Tente. Busque novos amigos. Tente novos amores. Faça novas relações.

Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes, tome outro tipo de bebida, compre pão em outra padaria.

Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice-versa.

Escolha outro mercado... outra marca de sabonete, outro creme dental... Tome banho em novos horários.

Use canetas de outras cores. Vá passear em outros lugares.

Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.

Troque de bolsa, de carteira, de malas, troque de carro, compre novos óculos, escreva outras poesias.

Jogue os velhos relógios, quebre delicadamente esses horrorosos despertadores.

Abra conta em outro banco. Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros teatros, visite novos museus.

Mude.

Lembre-se de que a Vida é uma só. E pense seriamente em arrumar um outro emprego, uma nova ocupação, um trabalho mais light, mais prazeroso, mais digno, mais humano.

Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as. Seja criativo.

E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, longa, se possível sem destino. Experimente coisas novas. Troque novamente. Mude, de novo. Experimente outra vez.

Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores do que as já conhecidas, mas não é isso o que importa.

O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia. Só o que está morto não muda !

Repito por pura alegria de viver: a salvação é pelo risco, sem o qual a vida não vale a pena!


Clarice Lispector

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Úteis e Fúteis

Quando falo que tempo é apenas uma questão cronológica muitos reclamam, mas vamos combinar que com o mundo globalizado cada vez mais as pessoas vivem em busca da realização e interesses, os comerciais principalmente.

Prova disso é o que fará a ilha de Samoa, simplesmente pularão do dia 29/12 para o dia 31/12.

Simples assim...imaginem só o motivo dessa supressão de um dia no calendário? Relações comerciais.

Samoa é um dos últimos lugares do mundo onde o sol se põe, com isso fica 21 horas “atrás” da Austrália e 23 horas da Nova Zelândia, hoje seus principais parceiros comerciais, dificultando a realização de negócios.

Com o gap de um dia que darão suprimindo o dia 30, passarão a ser um dos primeiros lugares do mundo onde o sol nasce, ficando apenas com a diferença de 1 hora e 3 horas com seus parceiros Austrália e Nova Zelândia, respectivamente.

Não é muito interessante como a manipulação do tempo é possível, resolvendo do dia para a noite, literalmente, problemas como a diferença de fuso horário que dificulta tanto a vida comercial de uma ilha?!

Se todos pudéssemos mudar o tempo, seria uma verdadeira loucura, mas em algumas situações seria muito interessante, resta saber para quem...

Fico aqui pensando se mudar o  tempo é útil ou fútil!

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Por Ondes Andas?

Ando meio sumidinha, concordo, mas fico aqui no meio cantinho pensando em como essa época do ano é chata, todo fim de ano é a mesma coisa, um monte de mensagens de feliz Natal de gente que você não tem afinidade, mas insiste em te incluir na lista de e-mails, as redes sociais bombando com cartões e mensagens, será esse mesmo o espírito do Natal?

Receio que não, mas fazer o que se as pessoas nessa época do ano são acometidas pelo vírus do “ser bonzinho”, a criatura tem 365 dias no ano para ser boazinha, mas resolve que apenas nos últimos 31 dias será.

Não entendo essa febre de bondade, mas pelo menos como ouvi outro dia, pelo menos o Natal é anual, já pensou se fosse apenas em ano bissexto? Sabe que não seria má idéia!!!

Por outro lado, o que mais gosto nessa época do ano, principalmente na última semana do ano, é o efeito Ho, Ho, Ho ano velho, feliz ano novo no trânsito, as pessoas enchem seus carros, os aeroportos, rodoviárias, etc e tal, e dão linha, deixando as estradas e ruas muito fáceis de trafegar.

Aquela histeria por compras, shopping e happy hour acabam enfim, a vida se restabelece em pleno verão! Dá até gosto ir ao shopping comprar um livro, passear em São Paulo então fica muito agradável.

A febre da bondade acaba, já que o Natal se foi e só no próximo ano as pessoas vão pensar nisso de novo, mas as correntes com e-mails de “é um momento para reflexão” enchem a caixa postal de qualquer um.

O término de um ano e o início de outro é apenas uma questão de cronologia, forma de contar o tempo, não muda nada, então quem foi que disse que é um momento de reflexão?

Concordo que finais de períodos são propícios para a reflexão, o balanço, a definição de planos estratégicos, etc, mas daí a ser uma obrigação existe um fosso. A vida não é um negócio comercial, não é uma empresa, muito embora tenha uma semelhança medonha!!!!

Planejar e refletir deveriam ser constantes na vida de qualquer criatura, não apenas no fim do ano como faz crer a febre do “é um momento para reflexão”. Mas isso requer responsabilidade e comprometimento, coisas que o ser humano não anda lá muito disposto a encarar.

Então, vamos deixar a hipocrisia de lado e sermos realistas com o que somos, como somos e com o nosso futuro, com toda a responsabilidade e comprometimento necessários para fazer, não apenas do futuro, algo do qual possamos nos orgulhar de verdade.

sábado, 10 de dezembro de 2011

Dia do Palhaço

Dia 10 de dezembro é o dia do Palhaço, parabéns aos queridos palhaços que tanto me divertiram na infância. Linda escolha ser palhaço, admiro esses profissionais do riso e da alegria, que heroicamente levam o riso a todos.




Viva o palhaço....

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Superação

Sempre me surpreendo com as histórias que ouço de superação, muitas delas a pessoa nem imagina que tenha se superado, mas são histórias que nos fazem pensar.

Dia desses eu estava em um estabelecimento comercial e fui muito bem atendida, conversando com a moça ela acabou contando a história da sua vida em poucos minutos.

Uma superação e tanta.

Nascida em uma família no interior do estado de Pernambuco, criada por uma mãe autoritária, sofreu maus tratos, foi queimada, largada para dormir na beira da estrada, sofreu surras fortes e coisas do tipo.

Casou-se aos 15 anos com o primo, que foi escolhido pela mãe e pelo tio para ser o marido da irmã, que ela, digamos assim, roubou da irmã como única alternativa para sair de casa e escapar das garras da mãe.

Pensando em ter um vida nova e plena, trocou apenas de opressor, passando o marido a mandar em sua vida.

Viveu por mais de 18 anos sob o jugo do marido, extremista religioso, que a impedia de usar calças comprida, fazer depilação, cuidar das sobrancelhas, pintar as unhas, etc, etc, etc.

Teve 4 belos filhos, que compartilharam a opressão com a mãe, até que um belo dia veio o grito de independência.

Dona de reumatismo no sangue, já sofreu 3 intervenções cirúrgicas no coração, tendo que fazer mais uma em breve, já que tem artérias e válvula entupidas.

Depois da separação veio a liberdade de escolha, o exercício pleno do livre arbítrio, escolheu erguer a cabeça e viver.

Conquistou a compra da casa própria, do carro, da moto, tudo mantido com emprego em estabelecimento comercial como atendente.

Da obrigação de ser cristã nasceu a escolha de ser cristã e exercer sua religiosidade plenamente e não apenas de corpo presente nas celebrações.

De cabelo pintado, unhas feitas, sobrancelhas cuidadas, piercing no umbigo, na língua e em outros lugares mais, uma mulher mãe de 4 filhos, realizada por suas escolhas e feliz com a vida me disse o seguinte: “se soubesse que viver sozinha era tão bom assim teria saído da casa da minha mãe sozinha, não tinha casão nunca, homem só atrapalha a vida”.

Vida dura, motivos para ser triste e infeliz, mas uma pessoa alegre, de bom humor e contagiante pelo seu entusiasmo pela vida.

Bom conhecer pessoas assim, me faz refletir sobre a resignação.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Até Onde Vai a Crueldade Humana.

Acho que o espírito natalino não me alcançou ainda, porque dia desses conversando com umas amigas, ouvi cada coisa escabrosa que fiquei pensando como o ser humano tem capacidade de ser cruel com seu próximo.

Em situações diferentes, várias das amigas estão sofrendo as agruras da crueldade de alguém, tanto em aspectos corporativos quanto em familiares, pessoais, etc.

Fiquei pensando nos diferentes casos, no requinte de filha da putice dos outros e quanto tempo e energia pessoas de bem perdem se defendendo, se protegendo e correndo atrás do prejuízo causado por outrem.

É revoltante saber que o lado negro da força avança a olhos vistos.

Inevitável não associar a situação dos que nos são próximos com as possibilidades que se abrem.

Explico: nos últimos meses muito se ouviu e viu sobre as atrocidades feitas por ditadores do mundo árabe, a primavera árabe que nos diga, a revolta de povos contra as forças violentas de seus ditadores, a ação do exército e assim vai.

Mas será que se uma de nós que reclamamos tanto das crueldades que sofremos no dia-a-dia tivéssemos o poder político e bélico nas mãos não faríamos o mesmo?

Confesso que eu mandaria matar algumas pessoas. Você ficou espantada com minha afirmação? Não fique, pense bem, não adianta passar por julgamento conforme a legislação, mesmo que a criatura vá presa, um dia vai ser solta, não existe pena perpétua no Brasil.

Um dia vem o total cumprimento da pena e a criatura vai voltar a infernizar a vida alheia, se é que já não o fez do cárcere, bons exemplos de manutenção da atuação “profissional” enquanto presa não faltam.

Também não resolve mandar a criatura para o exílio, um dia a anistia vem e ela volta com a corda toda, forças renovadas e sua rede de crueldade continua.

Vejam só, não nos resta outra alternativa a não ser pensar na pena capital, morte à criatura!

Diante disso, fico aqui pensando se não entendo um pouco o fato dos ditadores serem assim tão cruéis.
Será que muitos de nós se estivéssemos no lugar deles não faríamos o mesmo ou pior? Quantas pessoas você conhece no seu círculo de relações que não aceita a opinião dos outros, que são donas da verdade e da razão, que são intransigentes, etc?


Pois é, são ditadores na essência, apenas não têm o poder político e bélico para fazer valer a sua vontade.

Eu gostaria de ser ditadora por uns dias, faria uma limpa, não resolveria, mas aliviaria muito. Como esse dia nunca chegará, vou aliviando minha raiva no saco de pancadas, além de liberar a adrenalina e ser um choque de realidade, os braços ficam firmes.

Tudo bem, já pensei também no contrário, devo ser a algoz de algumas pessoas também, nesse caso se elas fossem a ditadora, a pena capital seria para mim, fazer o que? Coisas da vida...para isso existe o estado democrático de direito, impondo seus limites.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

O Louvre de Iluminação Nova

O Louvre ganhou iluminação externa nova ontem a noite. A pirâmide foi a primeira a receber a iluminação nova com lâmpadas de LED, como parte do projeto de substituição da iluminação do museu por métodos e tecnologias mais econômicas e ecológicas.


A pirâmide não foi a única, o pavilhão Colbert também recebeu a nova tecnologia, que foi feita pela japonesa Toshiba. Com isso a observação noturna das esculturas do pavilhão será muito melhor.

O projeto de substituição das lâmpadas tem previsão de terminar apenas em 2013, reduzindo, assim, drasticamente o consumo de energia elétrica.

Acho que vou ter que dar um pulinho em Paris para ver de perto essa nova iluminação!!!

Havaianas Special Collection: Rio de Janeiro

A coleção inspirada no Rio de Janeiro é encantadora e iluminada, como a cidade Maravilhosa.

Uma linha sofisticada, que deixará os seus pés na moda com muito bom gusto e conforto.




Havaianas High Straps Chain, sandália anabela com malha de correntes metálicas e tecidos costurados nas tiras.




Havaianas Slim Leaves com malha de pequenas folhas  de metal costuradas nas tiras



Havaianas Slim Pearl Mesh com malha de metal e pérolas costuradas nas tiras



Havaianas Slim Crystal Mesh SW II com malha de Swarovski costurada nas tiras



Visite o site e conheça mais sobre a Special Collection das Havaianas e viaje pelo Rio de Janeiro.

Brilhe com o poder dos cristais e pérolas dessa coleção!


segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Liberdade dos Beagles Cobaias

Com certa frequência o assunto do uso de cobaias em pesquisa de laboratórios estampa as primeiras páginas dos jornais mundiais, em tempos de internet a divulgação do assunto nos sites de notícias é mais freqüente ainda.

Não sou hipócrita em defender que suspendam as pesquisas e estudos para o desenvolvimento de novos medicamentos e tratamentos, mas também não vejo o suo de cobaias com tanta naturalidade assim.

Não há dúvidas de que o assunto é espinhoso e de difícil solução. Como afirmar que drogas, tratamentos, etc são eficientes e com tais e tais efeitos colaterais sem testá-los?

Os animais de pequeno porte são os preferidos de laboratórios, os ratos são usados há tempos, os macacos, que nem sempre são de pequeno porte, também fazem parte de projetos, animais que usualmente o homem domestica são que causam maior repulsa.

Recentemente li uma matéria sobre um laboratório espanhol, salvo engano, que usava cães da raça beagle para testes, em função das características da raça, como ser dócil, amistoso e brincalhão.

No entanto os cães eram mantidos sem contato com humanos e em celas individuais, sem a presença da luz solar, em suma, eram como objetos inanimados usados para teste e descartados quando necessário.

Deve acontecer muito por aí, mas é aquela velha história, enquanto os olhos não vêem o coração não sente.

O dia chegou, o laboratório quebrou e os animais ficaram à mercê, até que por força das redes sociais, um funcionário do laboratório expôs a situação e a instituição norte americana “Educação da Mídia para o Resgate de Animais” se envolveu com o resgate dos beagles, que saíram de Barcelona e foram adotados pelo projeto em Los Angeles, EUA.






Esses animais depois de passarem a maior parte de suas vidas em celas ou jaulas individuais e contribuírem com o desenvolvimento de produtos farmacêuticos encontram um final feliz, assim espero.

Fato é que muitos outros se encontram em situação similar e sem perspectivas de um final feliz.

Há projetos que usam cobaias humanas para testar medicamentos e tratamentos, mas esses normalmente já estão em fase avançada e já assaram pelos testes em animais.

Não acredito que ser ativista da bandeira “não ao uso de animais em testes farmacêuticos” resolva a questão, mas um procedimento internacional prevendo regras de tratamento adequado a esses animais amenizaria um pouco a situação.

É duro reconhecer que a supremacia dos ditos racionais sobre os irracionais é assim. Imagine se os humanos fossem os irracionais ou menos racionais da brincadeira, seríamos nós os usados como cobaias em testes de laboratório!

Enfim, o assunto continua sendo espinhoso e não vejo perspectivas de melhora, mas vale a pena a reflexão.

* Fotos extraídas da BBC


Havaianas Special Collection: Maranhão


Havaianas, o clássico que se renova a cada temporada, ou melhor, a cada coleção.
Mais novo lançamento é a Special Collection, com produtos desenvolvidos especialmente para homenagear o Brasil.

A coleção se divide em sandálias inspiradas no Rio de Janeiro e no Maranhão.

Comecemos pelo Maranhão, Estado de fortes contrastes e com inspiração marcante na criação dessa linha:






Havaianas Slim Nature com laço de buriti e metal na lateral das tiras.





Havainas Slim Geometric com aplique central de metal e resina.





Hvaianas Slim Nature Mesh com malha de buriti e logo metálico 





Havaianas Slim Lace estampada com aplique central de metal nas tiras. 

Uma linda coleção, mostrando os tons terrosos que são a marca registrada do Estado, mas com muito bom gosto e lirismo.

As sandálias dessa coleção podem ser usadas sem medo de errar no dia-a-dia, principalmente nessa temporada de calor.

Visite o site da coleção e descubra muito mais sobre Havaianas e o Estado do Maranhão, você vai se surpreender!

domingo, 4 de dezembro de 2011

Amigo Secreto e Festa de Fim de Ano da Empresa, e Aí?


Com o mês de dezembro chegam as festas de fim de ano, os happy hours com os amigos no fim do dia, as chuvas de verão, o décimo terceiro, mas também o amigo secreto na empresa e a festa de fim de ano.

Ver detalhe da imagemEsse é um período que muitas pessoas não gostam, principalmente por conta da histeria de compras, shoppings centers lotados, o trânsito fica uma loucura ainda maior e assim vai.

Uma das coisas que tenho observado nos últimos anos é o clima, digamos assim, meio tenso que paira no ar no ambiente corporativo com o fim do ano.

Aquela história de fazer escalonamento para não deixar o departamento vazio e ter sempre alguém de plantão para atender o cliente, todo mundo quer tirar uns dias para curtir e descansar com o sol escaldante do verão e para ajudar tem aquela coisa de amigo secreto na empresa.

E aí, rola dizer um delicado não e não participar da brincadeira ou é uma obrigação? Isso já pode ter sido um assunto delicado no passado, mas hoje em dia cabe um delicado não sem o menor constrangimento.

Seja por motivo financeiro, por não ter espaço na agenda ou por não gostar de participar da brincadeira, não se sinta constrangida de dizer não ao convite, mesmo que o seu superior hierárquico vá participar.

Outro ponto que deixa muita gente de cabelo em pé é a tal festa de fim de ano da empresa, é obrigatório?

Aí depende, se a festa for feita em um dia útil normal, em um ambiente fora da empresa, meio que em substituição ao trabalho e todos vão para a festa, acho melhor você encarar como um dia de trabalho e ir.

Aproveite para dar um relax, observar melhor os colegas de trabalho, faça um networking nesse dia, coma moderadamente, beba mais moderadamente ainda, não seja a atração principal do evento, deixe que sempre terá um colega disposto a pagar esse mico.

Ver detalhe da imagemAh, muita atenção para a vestimenta, é festa, mas é um dia de trabalho como outro qualquer, lembre-se sempre disso, então esqueça as roupichas de piriguete, deixe-as para as baladas com os amigos.

Festa de empresa é trabalho, você sempre estará sendo observada pelos colegas, pares e superiores, sua personalidade e comportamento serão sempre avaliados, por isso pense bem antes de tomar aquele porre!!!

Agora se a festa da empresa for fora do horário de trabalho ou no fim do dia, não há o menor problema em declinar e não participar.

Normalmente esse tipo de evento tem os que o adoram e os que o odeiam, não se ache um alienígena se estiver no segundo grupo e saiba que muitos a chamarão de chata, faz parte!!!

Agora se o evento for obrigatório, ou seja, rolou aquele comunicado básico de a participação de todos é obrigatória, aí não tem jeito, gostando ou não você terá que dar o ar da sua graça, use a estratégia de dar um relax e pronto.

O que também percebo com o passar dos anos e das várias empresas por onde passei, é que sempre que o evento é obrigatório a quantidade de pessoas que reclamam e tem resistência em comparecer é maior, por outro lado quando a empresa deixa a critério de cada colaborador a decisão de participar a adesão é maior, as pessoas ficam mais a vontade.

Particularmente acho uma chatice o tal amigo secreto corporativo e a festa de fim de ano mais chata ainda.

Outra coisa que vejo é que em empresas onde o clima organizacional e corporativo é legal, as pessoas participam mais de eventos, confraternizações, festas, happys, etc e tal.

Em contrapartida, quando o clima não é bom, normalmente as pessoas não se sentem a vontade em participar,  rola aquela insatisfação, caras e bocas, porque não adianta, a festa é um extensão do trabalho!!!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Um Luxo de Chá da Tarde

Com o mês de dezembro já em curso, começam definitivamente os preparativos para as festas de fim de ano, não tem como escapar, o comércio nos bombardeia com comerciais, vitrines, promoções, etc, na empresa o clima natalino vai ganhando força com os enfeites se espalhando pelas baias, salas e espaços coletivos.

E o amigo secreto ...nem me fale, para muitos é um momento de prazer e para outros de tormento, poucos conseguem sem traumas dizer simplesmente não, seja no corporativo ou no familiar.

Bom, mas o assunto não é bem esse, é uma época do ano em que somos bombardeados por informações de consumo, uma verdadeira tentação, na qual alguns resistem bravamente, mas a maioria entra no clima com moderação, comprando as lembrancinhas de fim de ano e alguns enfiam literalmente o pé na jaca, ou melhor, nas dívidas, comprando presentes para o mundo inteiro.

Para não ficarmos de fora do espírito meramente comercial da época, vamos também apresentar a nossa tradicional listinha de desejos, um luxo só!!!!

Para começarmos bem, um mimo disponível apenas para os muito endinheirados, mas que deixa qualquer um de água na boca.

Se você costuma passar o verão no hemisfério sul no gelado inverno do hemisfério norte, quem sabe você tenha a sorte de dar uma passadinha no Hotel Berkeley, em Londres, logo ali, para saborear o charmoso chá da tarde, que será servido até março de 2012, ou seja, edição limitada!

A edição será limitada porque nessa temporada foram escolhidas para serem servidas as coleções de prêt-à-porter, é isso mesmo, você não leu errado, as coleções de grandes grifes que viraram docinhos e guloseimas fantásticas, tanto no designer, quanto no sabor, como prometem os chefs pâtissiers.

Então, nessa temporada de chá da tarde no Hotel Berkeley teremos Miu Miu, Lanvin, Dolce & Gabbana, Stella McCartney, Jil Sander, Sonia Rykiel e Burberry como homenageados com verdadeiras obras de arte dos chefs pâtissiers.



Miu Miu será homenageada com lindos biscoitos em formato de sapato de salto brilhante, com as cores eletrizantes da estação.

Já Burberry receberá como homenagem seu tradicional trench coat feito em biscoito de chocolate escuro e deliciosa cobertura de baunilha.

Dolce & Gabbana estrelará as famosas éclairs recheadas com creme de Gianduia e cobertura de estrelas decorativas.

O bolo decorado com bolinhas será a homenagem da casa à Stella McCartney, já que tem como inspiração as criações da estilista, prata da casa!!!

A Lanvin ficará com o mousse coberto com creme de amora e merengue, homenageando as criações da grife.

Não acabou ainda, terá o bolo mousse de romã em homenagem a Jil Sander e docinhos de amêndoas com creme de castanha à Sonia Rykiel.

Nem precisamos dizer que será um luxo de temporada de chás no Hotel Berkeley, com edição limitada até março de 2012, servido diariamente das 13 às 18h, não vai perder hein?!

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Sephora na Sacks

Em 10 de novembro postamos a notícia de que a Sephora enfim desembarcaria com sua loja on line via Sacks, o que de fato aconteceu, os produtos estão lá disponíveis para compra, mas os preços...

Não sei quanto a você, mas achei tudo muito caro, não há tanta vantagem assim em comprar via Sacks, além disso, ainda não se tem a variedade prometida de itens e produtos, mas isso é o de menos!!!

Sombra Colorful Palette
Sombra Colorful Palette - R$ 92,00


Sombra Colorful Mono Eyeshadow
Sombra Colorful Mono Eyeshadow - R$ 49,00

Máscara de Cílios Advanced Lash Booster

                                        Máscara de Cílios Advanced Lash Booster - R$ 65,00


Então ficamos combinadas assim, quem viajar para a europa primeiro traz as encomendas, com o euro oscilando e os preços altos no Brasil, o melhor é incluir na listinha de compras os produtos que você quer e comprar lá fora.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Festa no Blog

Estamos em festa, atingimos a marca de 3.000 acessos em novembro agora, obrigada a todos que participam e fazem desse blog um lugar de amizade, companheirismo e muito lazer.

Novembro ainda não acabou...temos mais um dia pela frente e amanhã tem mais novidades!!!!

Ho, Ho, Ho....o FMI Vem Aí

Falo que este mundo está virado, de novo, mas que está... está, imaginem há 30 anos atrás a possibilidade do FMI pedir ao Brasil que contribua financeiramente com o FMI e ainda mais com o intuito de ajudar os países europeus em crise, como a Itália e a Grécia.

Vamos combinar que não teria a menor chance de alguém acredita nesse pedido há 30 anos.

Bom, mas é o pedido que se especula que Christine Lagarde, a toda poderosa do FMI, venha na próxima quinta-feira fazer para a presidente Dilma.

Ver para crer, mas a resposta não é tão inimaginável assim, já que a presidente vem demonstrando claramente sua posição quanto ao FMI e a crise européia, mas como o Natal está próximo, quem sabe o espírito natalino mude as coisas.

* Foto site do Planalto.gov.br

As Aparências Enganam...

A imagem fala por si, mas não tem como não comentar que é uma triste realidade, que a cada dia está mais presente em nossa sociedade.


Que cada um tenha lucidez e bom senso para ser e não parecer!!!!

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Inspire-se Com a Seleção dos Hits do Verão da Revista Estilo

A Revista Estilo facilita a vida da gente, trazendo sempre as mais-mais da temporada, antecipando tendências e nos brindando com escolhas de bom gosto.

Então não vou perder a oportunidade e compartilho com vocês uma seleta amostragem de peças que farão mais do que a sua cabeça, farão sucesso nos seus pés, nas suas mãos e muito mais...


* Fotos Revista Estilo

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Emergente à Chic

A palha é o material da vez no mundo da moda, deixou de ser considerada material simplório e não sofisticado para ganhar status de emergente à chic.

Não é de hoje que a palha vem mostrando a sua cara em acessórios como bolsas, clucths, cintos, chapéu e muito mais.

O resultado você encontra nas lojas recheadas com acessórios descolados e modernos, que proporcionam um look sustentável, clean e sofisticado, por que não?

Sou fã da palha e também não é de hoje, tenho clucth, chapéu, pasta para computador compacto e não canso de garimpar novas utilidades para esse material multiuso.

Abaixo uma breve seleção de acessórios feitos com palha para você se inspirar e compor seu look de Verão, a estação perfeita para eles.









quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Fanáticas Por Sapatos?

Qual a importância dos sapatos na vida de uma mulher? Perguntinha que parece sem noção, mas não é, a não ser que você seja homem.

Minha amiga Fer postou uma frase célebre no Face: “A Cinderela é a prova de que um par de sapatos novos pode sim mudar a sua vida !”

Com base nisso fiquei pensando sobre o poder que os sapatos possuem na vida de uma mulher, porque são poderosos, isso é fato, dá até para fazer rima com o assunto.

Quantos pares de sapato você possui? Tenho certeza que não são apenas 6, como a maioria dos homens, antes que você rebata, eu sei, não é possível viver com apenas 6 pares de sapato, 6 dúzias talvez!!!!

Os sapatos são objeto de estudo mundo a fora, principalmente sobre o fascínio que exercem nas mulheres e o fetiche que exercem nos homens.

Discutir o assunto é cair na mesmice, não é novidade que uma mulher sobre seu salto alto se sente mais segura de si, mais poderosa, mais sexy e os outros as vêem assim também.

Maluquices da mente humana ou não, não faltam adeptas da megalomania do sapato, também com tantas marcas e modelos à disposição, fica muito difícil resistir.

Mania ou não, comprar um par e sapato de vez em quando tem um poder restaurador na vida de uma mulher, quem nunca comprou um para aliviar o stress ou recompensar a correria da vida que atire a primeira pedra.

Vamos combinar que é uma forma fácil e barata de se sentir melhor, muito mais rápido e eficaz que terapia, desde que você não queira comprar um Louboutin e não seja depressiva.

No verão as sandálias fazem a festa em qualquer armário feminino, aliás, se os sapatos se juntassem todos no armário e resolvessem fazer uma revolução, já teriam dominado o mundo há muito tempo, não tenho dúvidas.

Adoro sapatos, especialmente dos mais estilosos e marcantes, mas com o passar do tempo fui ficando meio chata ou eles perderam um pouco do seu encanto no meu imaginário, continuo tendo muitos pares enfileirados no armário, prontos para a revolução, mas não os compro com a mesma volúpia de antes.

Esse ano mesmo não sei quantos comprei, mas foram em quantidade infinitamente menor do que em anos anteriores, tanto que nem me lembro, ou já estou ficando com problemas de memória!!!!

Sapatos fazem bem à alma feminina, deveriam ser subsidiados pelo governo, tenho certeza que possuem função terapêutica e ajudariam a diminuir os males da saúde, então deveriam ser um assunto de saúde pública.

Enquanto não são tratados com o devido respeito, vamos lá mantendo nossos estoques em níveis aceitáveis, desenvolvendo novos fornecedores, marcas e fazendo um benchmarking com as amigas para manter-nos atualizadas.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Coleção Verde Kate Spade - Parte II

Se você gostou das bolsas e acessórios Kate Spade que estão disponíveis na loja do Iguatemi/SP, vai gostar ainda mais da coleção de roupas, com suas cores vibrantes, modelos alinhados com as tendências e muita criatividade.

Se você comprou na loja no mês anterior, você ganhou um cartão verde que te proporcionará um presente surpresa, mas sob a condição de você efetuar compras na coleção verde em valor igual ou maior que R$ 850,00.

Parece um valor alto, mas se você ver os preços das peças vai entender o motivo, mas vamos combinar que ainda continua sendo um valor alto.

Com ou sem cartão verde e presente, o importante é você curtir a coleção e adaptar o estilo Kate Spade ao seu visual, combinando peças antenadas, cores e estilo à sua personalidade.