quinta-feira, 1 de julho de 2010

O Excesso nos Consome!

Você já parou pra pensar que o excesso nos consome? Não, pois devia fazer esse exercício, facilmente irá constatar que o excesso te atrapalha mais do que ajuda. Se irá aceitar e reconhecer isso na sua vida, aí já é outra história....


Isso acontece porque estamos condicionados sempre a notar o que nos falta: dinheiro, amigos, carro, roupa, etc., mas notar o que nos sobra, o que está em excesso na nossa vida é a contra mão do nosso pensamento.

Vamos exercitar essa nova forma de analisar a vida. Comecemos pelas coisas simples:

• Quanto você come? Tem certeza que não tem excesso aí? Doces, massas, frituras, chocolate, onde está o seu excesso alimentar?

• Quanto você bebe? Coca-cola, cerveja, vinho no inverno, caipirinhas no verão, e aí, tem certeza que não está bebendo em excesso?

• Você trabalha demais? Imagina, ninguém faz isso....quanto tempo você passa no seu ambiente de trabalho? Está dependente dos colegas de trabalho? Não consegue relaxar no fim de semana?

• E roupas? As mulheres normalmente são as mais excessivas nesse item e acessórios, mas com a modernidade da vida os homens estão adquirindo esse vício. Você realmente precisa daquele armário abarrotado? Você usa todas as peças que tem? Há quanto tempo não usa aquele vestidinho? Não tem coisas que nem sente a falta se estiver na pilha de roupas pra passar?

• Lembranças, você é nostálgica? Guarda todas as pequenas e grandes recordações de tudo que aconteceu na vida? Pra quê? Vale a pena ter todas essas lembranças te sobrecarregando? Que tal manter apenas as que valem a pena?

• Amigos que não te dão um tempo pra ficar sozinha e fazer sozinha aquilo que você gosta? Esses em excesso demandam toda a sua energia, disposição e tempo, não sobrando nada pra você.

• Redes sociais bombando? Ligue o pisca alerta, você pode estar se consumindo com um prazer que se tornou obrigação e virou excesso na sua vida.

Essa foi uma pequena lista de coisas que em excesso nos consomem e não sobram energia, disposição e tempo para o que realmente importa na vida.

Alguém já disse que o menos é mais, acredito que isso pode salvar a vida da gente em muitas ocasiões, só devemos ter atenção pra não cometer o excesso de minimalismo, pra que a vida não fique vazia por demais.

O equilíbrio é a palavra chave, mas até alcançá-lo precisamos exercitar diariamente a reflexão sobre nossa vida e buscar aquilo que realmente nos é essencial, sem medo de romper com o status quo da sociedade consumista em que vivemos.

Quebre barreiras, rompa com o paradigma do consumismo exacerbado, seja você mesma sem medo de ser feliz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!!