segunda-feira, 31 de maio de 2010

O Jeans Invade o Agreste Pernambucano

Pra você que gosta de viajar e conhecer novos lugares, uma boa pedida é partir de Recife e ir até Toritama, mas se você espera encontrar pelo caminho apenas paisagens verdejantes, com pastos e fazendas, não se decepcione, pois o cenário ganhou novo componente e de moda, é o jeans.

Toritama fica no agreste pernambucano, a 173 km do Recife. As fábricas de jeans chamam atenção de turistas, empresários e comerciantes, que se deslocam de diversas partes do Brasil em busca do produto.

A cidade é citada não apenas como referencial de moda jeans, mas também por ser exemplo na busca de alternativas econômicas que permitam a sobrevivência de um povo castigado pela natureza e pelas políticas públicas.

A importânia do polo jeans só aumenta a cada ano com a realização do Festival de Jeans de Toritama, que em 2010 aconteceu entre os dias 14 e 18 de maio e recebeu mais de 30 mil visitantes. Segundo a organizadora do evento, a Associação Comenrcial e Industrial de Toritama (ACIT), o festival foi um marco relevante para consolidar a cidade como polo de moda jeans, "Desde a primeira edição, o crescimento econômico local deu um salto”, comenta Luciano Cavalcanti, presidente da ACIT.
O Diário de Pernambuco publicou recentemente uma matério com o resultado do estudo feito pelo Ipea, confirmando que Toritama já e a maior produtora de jeans do país e apresenta taxas de crescimento entre 8% e 9% ao ano desde 1999, algo compatível com o ritmo chinês.


O IPEA revelou que 58% dos 766.906 novos empregos industriais formais criados no país entre 1995 e 2005 se concentraram nos municípios pequenos, com até 100 mil habitantes. Entre as cidades que se destacaram entre as 430 que ampliaram vagas na indústria está Toritama.

O polo aposta na preservação do meio ambiente como processo produtivo fortalecedor da indústria de base local com a formalização do emprego. O município pernambucano com PIB de R$ 994,35 milhões (0,19% do PIB estadual) tem a economia sustentada pela indústria de confecções, apresentando os menores índices de pobreza entre os 1,8 mil municípios analisados no Nordeste.

Muito embrora o slogan de preservação ambiental seja uma constante, o IPEA identificou que o município ainda tem problemas de agressão ao meio ambiente e precarização da mão-de-obra, repetindo o modelo chinês não apenas no quesito ritmo de crescimento.

Dentre os visitantes compradores, os comerciantes baianos são os que mais consomem, adquirindo todo tipo de peça entre os valores de R$ 20,00 e R$ 50,00,m as não são os únicos. A cidade recebe visitantes do Brasil todo, à semelhança do que acontece com a região do Brás em São Paulo. 




Com a realização do festival sugem oportunidades de negócio e trabalho para muitos, desde o comerciante produtor até  as modelos da região que têm a possibilidade de se lançarem no mundo das passarelas, como a modelo Lídia Martins, de 15 anos, que desfila com o jeans produzido em Toritama, mostrando o valor sentimental que o evento traz para a população local. “As modelos têm consciência da responsabilidade da passarela para os produtores da cidade. Estamos ajudando a mostrar o trabalho de muita gente aqui. Não é só questão financeira, mas satisfação profissional”, disse.


Toritama tem mais de mil fábricas de jeans, e 60 mil empregos, sendo 15 mil diretos, têm ligação com o setor. Surubim, Caruaru e Santa Cruz do Capibaribe, além de Toritama, integram o Arranjo Produtivo Local (APL), no qual 120 mil empregos diretos e 360 mil indiretos têm ligação com a cadeia do jeans – do total de profissionais que trabalham com costura, cerca de 90% são mulheres. O piso salarial é de um salário mínimo.


"São quase meio milhão de pessoas empregadas, apesar da grande informalidade do setor”, diz Waldyr Rocha, diretor da Associação Comercial e Industrial de Toritama, que reúne 150 sócios e 350 microempresários. A cidade de Toritama é responsável pela produção de quetro milhões de peças de roupas todos os meses; o polo todo, por 12 milhões.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!!